segunda-feira, outubro 23, 2006

O crepúsculo em combustão lenta...

Confesso que o poema que vos trago hoje, pertence a um dos blogues de cinema que mais gosto de visitar…e porque o cinema é outra das minhas paixões, aqui vos deixo... wasted blues


Imagem de Pedro Moreira

O crepúsculo em combustão lenta
Entre anjos e

E criaturas novas

A urgência do mundo
que bate o pé

A arte de ser
uma nova estrela

Os hóspedes tão desconhecidos
quanto influentes,
A teia e a aura:
Paralelas que talvez se encontrem.

(Poema de wasted blues)

16 comentários:

  1. Uma fotografia linda, um poema igualmente e eu também adoro cinema!! Beijos para ti.

    ResponderEliminar
  2. Já temos outra coisa em comum; tb adoro cinema!!!
    Poesia muito subjetiva!!! Amei!
    Beijão pra vcs

    ResponderEliminar
  3. Sem tempo até para correr contra o tempo...
    Passei a correr mas não podia sair sem deixar votos de uma boa semana.
    Beijos

    ResponderEliminar
  4. E porque tudo tem uma razão de ser
    E porque a vida não é por acaso
    E porque se gosta de poésia?
    Não sei... mas por isso estou aqui...

    beijinho

    ResponderEliminar
  5. Mais uma belíssima escolha. Voltada de férias, corri aqui a ler-te. Mais uma bela escolha-vou pôr a leitura em dia-
    Beijinhos da Claudinha :-)))

    ResponderEliminar
  6. Belo!
    Excelente escolha a tua!
    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Não me resta dizer nada, senão OBRIGADO! :)

    ResponderEliminar
  8. Mais uma hóspede na poesia ... obrigada pela visita, voltarei aqui, com certeza!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  9. Olá!! Lindas as imagens e as poesias do seu blog!! E quem está cantando o fundo musical, The Autumn Leaves? Adorei a voz e o arranjo! Beijo da Ursa :))

    ResponderEliminar
  10. Linda imagem... casou perfeitamente com a linda poesia.
    Obrigada pela visita no Alfarrábio.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  11. obrigado pela visita :) .. belo espaço tens aki dedicado à poesia portuguesa :) gostei mt, voltarei mais vezes :)

    ResponderEliminar
  12. Olá!
    Estou de volta após um interegno que não quis tão prolongado.
    Venho aqui sempre em busca do mesmo, daquela serenidade que estes lugares transmitem.
    Paz...sempre!

    ResponderEliminar
  13. Obrigado pela visita. Vou colocar o teu blog nos links do meu blog "Peter's", esse sim só meu e que só se ocupa de poesia. Acabei hoje de colocar lá uma divulgação do livro publicado pela Heloisa, que deves conhecer bem aqui da "blogolândia".
    Agradeço também o endereço do blog sobre cinema, que vou linkar aqui.

    ResponderEliminar
  14. mais uma bela escolha de uma menina bonita e muito marota!! não!!! tou a brincar!!!
    Excelente a tua escolha, como sempre aliás.
    Um deleite!!
    Beijinhosssss :-))))

    ResponderEliminar

Caros visitantes e comentadores:

Obrigada pela visita... é importante para cada um dos autores da poesia constante deste blogue que possas levar um pouco deles e deixar um pouco de ti… e nada melhor que as tuas palavras para que eles possam reflectir no significado que as suas palavras deixaram em ti.

E porque esta é uma página que se pretende que seja de Ti para TODOS e vice-versa, não serão permitidos comentários insidiosos ou pouco respeitadores daquilo que aqui se escreve.

Cada um tem direito ao respeito e à dignidade que as suas palavras merecem. Goste-se ou não se goste, o autor tem direito ao respeito da partilha que oferece.

Todos os comentários usurpadores da dignidade dos seus autores são de imediato apagados.

Não são permitidos comentários anónimos.
Cumprimentos,