sexta-feira, dezembro 29, 2006

Canto...


Pintura de Isabel Magalhães "emprestado" pelo Antonio Stein




Enquanto houver um rio, hei-de cantar
Lonjuras de outros tempos, esquecidas.
Enquanto houver gaivotas rumo ao mar,
Cantarei lembranças de outras vidas.

Enquanto houver um rio, hei-de sonhar
Venturas de outros tempos, proibidas.
Enquanto houver mordaças de matar,
Cantarei esperanças coloridas.

E enquanto o rio correr e eu cantar
Vontades, ilusões, destinos, fados,
Talvez um dia, o meu canto chegue ao mar

Se não, que espalhem as gaivotas pelo ar
Em pios, em voos, em desenhos ousados
Tudo quanto meu canto nunca ousou cantar.

(Poema de Helena Domingues in Shoshana no Céu e na Terra)


FELIZ ANO NOVO

28 comentários:

Isabel Magalhães disse...

Uau! Para mim é uma honra e para o proprietário da tela certamente que também! :)))


Excelentes as letras que fazem companhia ao meu trabalho e a tranquilidade do tema musical.

Um grande beijinho e os meus melhores votos de um FELIZ 2007.
I.

Sulista disse...

Olha, já cheguei atrasada...ehehehehhe!

Grande Artista né?
Sou fã incondicional das suas Obras de Arte ;-)

*********************************
Amiga, Boas Entradas em 2007!!!
Desejos de muita Saúde, Paz e Alegria para ti e toda a tua Família :-)

Beijinho Grande!
****************************

Anónimo disse...

Que bonito presente de fim de ano me deste.

Escolheste um poema de que eu também gosto pela liberdade que transmite.

Enriqueceste-o com a bela pintura da Isabel.

Obrigada às duas
Bom ano
Helena

Anónimo disse...

A pintura da Isabel enche a alma!
As cores fortes encaminham-nos para pensamentos positivos. Boa escolha da tela para este poema fantástico de Helena Domingues. Tenho apreciado aqui o seu trabalho e realmente o mérito da finura desta página é todo seu Menina. Bem haja por assim nos oferecer, sem qualquer moeda de troca, este manancial de cultura!
Bem haja!
Um bom ano pra todos os que aqui passam e os que não passam, não sabem o que perdem. É uma dádiva esta página
G.R.S.

antonio stein disse...

...não é que esta Marota, ainda muito Menina,vai encantando!

Quanto à Tela da Isabel Magalhães, escuso-me a comentar por razões mais que óbvias..,quanto ao Poema da H.Domingues, merece uma só palavra,

LINDO

...e assim,que remédio tem ela senão receber daqui um beijo bem ritmado..,sorte a dela ou minha?

Quanto a ti, Menina,
desejo-te um 2007, ao ritmo e à escala dos teus desejos.

Com muita Admiração pelo que vais escrevendo por estas janelas,

Um xoxo
António

as velas ardem ate ao fim disse...

Não quero brindar ao Novo Ano...
Quero dar as mãos .. . ver as estrelas e esperar por 2007! Estamos quase lá....

Bjinhos

Anónimo disse...

Que as "Venturas de outros tempos..." se concretizem pela tua vida fora.

Adorei... simplesmente! A tela está em perfeita harmonia com o poema.

Uma noite doce e tranquila. Amanhã voltarei para me deliciar.

Um beijinho do "Montanheiro"

Anónimo disse...

Lindo poema muito bem ilustrado por bela tela!

Aproveito para te desejar um ano 2007 com um apitada de tudo o que houver de bom e positivo no mundo.

Um beijo

Anónimo disse...

Que lindo! Maravilhoso!
Espero que no ano de 2007 os teus sonhos se realizem! Tudo de bom e muitas, muitas felicidades!

Beijinhos

Teresa David disse...

Também desejo um óptimo novo Ano, e que continuemos nestas trocas de palavras e imagens bonitas. Recém-chegada da Holanda já comecei a postar as minhas imagens e impressões desse País que revisitei com prazer.
Bjs
TD

Anónimo disse...

Que 2007 seja tão intenso e feliz como os beijos de dois enamorados.
Fica bem

blugaridades disse...

Que o ano de 2007 continue a inspirar-vos.Passarei por cá para me deliciar com a leitura dos poemas que vão postando.
Beijinhos

Um Poema disse...

Que 2007 seja o ano da paz, da alegria, da fraternidade e da poesia.
Um abraço

Amaral disse...

Espantosamente belo este poema!
E um poema belo não se comenta. Aplaude-se!

rouxinol de Bernardim disse...

TAMBÉM DE GAIVOTAS FALO EU NO MEU BLOGUE. MAS POR OUTROS MOTIVOS...

Anónimo disse...

Um SUPER 2007 repleto de ventura, saúde e Paz! Beijinho

Sulista disse...

Grande Beijinho
E continuamos aí,
pró que der e vier! ;-)

******FELIZ ANO NOVO 2007*******

De Amor e de Terra disse...

Muito belo este Poema. Parabéns para ti e para a autora.
E a música( o mesmo bom gosto de sempre)

Beijos

Maria mamede

Anónimo disse...

O prometido é devido.

Voltei para me deliciar... e não é que me deliciei!!!

Nunca é demais reler os poemas que postas neste cantinho.

Uma noite muito feliz.............

Um beijo do "Montanheiro"

Anónimo disse...

Belíssima conjugação de imagem e palavras. Um beijo de Bom Ano!

rouxinol de Bernardim disse...

Ano repleto de poesia e de saúde são os meus sinceros votos!

lena disse...

belo poema, um enquadramento excelente,

parabéns!

aqui bebemos e saboreamos sempre o bom gosto da autora deste belo cantinho, pois prima pelas escolhas e partilhas

ainda com o novo ano a dar os primeiros passos vai o desejo da felicidade e saúde sempre presentes, para ti

um abraço carinhoso e um beijo meu

lena

{{coral}} disse...

Bela tela da Isabel Magalhães, a ilustrar o muito bom poema.
Um ano cheio de realizações, com belas palavras que encontramos sempre neste blog.

{{coral}}

wasted blues disse...

Um grande ano de 2007! :)

amita disse...

Magnífico este poema da Helena Domingues enriquecido (se tal for possível) pela bela pintura da Isabel Magalhães.
Para ti, Poesia, e para todos os que passam por este recanto encantado, um 2007 com muito amor, luz e paz.

Samantar Mohi disse...

Com um fim de ano assim aposto que muitos poemas continuarão a chegar ao mar da poesia portuguesa...

Grande poema...o final surpreendeu...gostei também dos traços (in)telados...

Um 2007 à altura dos nossos sonhos!

Thiago Forrest Gump disse...

A pintura e a música. Duas artes magníficas! :)


Abraço

Isabel-F. disse...

O poema é lindissimo ... mas fiquei deliciada com a tela da Isabel... simplesmente maravilhosa.

Bjs