sexta-feira, abril 06, 2007

Continuando... Primavera...


Fotografia de Carlos Neto


Quando vier a Primavera,
Se eu já estiver morto,
As flores florirão da mesma maneira
E as árvores não serão menos verdes que na Primavera passada.
A realidade não precisa de mim.
Sinto uma alegria enorme
Ao pensar que a minha morte não tem importância nenhuma
Se soubesse que amanhã morria
E a Primavera era depois de amanhã,
Morreria contente, porque ela era depois de amanhã.
Se esse é o seu tempo, quando havia ela de vir senão no seu tempo?
Gosto que tudo seja real e que tudo esteja certo;
E gosto porque assim seria, mesmo que eu não gostasse.
Por isso, se morrer agora, morro contente,
Porque tudo é real e tudo está certo.
Podem rezar latim sobre o meu caixão, se quiserem.
Se quiserem, podem dançar e cantar à roda dele.
Não tenho preferências para quando já não puder ter preferências.
O que for, quando for, é que será o que é.

(Alberto Caeiro in "Quando Vier a Primavera")


Ouvir o poema na voz do Luís Gaspar
(Desligar p.f. a música de fundo para ouvir o poema)

14 comentários:

Furão disse...

Curiosamente, Alberto Caeiro é o heterónimo de que menos gosto do nosso querido FP. Por mera coincidência, tem aparecido ultimamente nos comentários do meu blogue.

Mas é sempre um enorme prazer visitar-te, como já to confessei noutro espaço.

Um beijo

filipelamas disse...

Um dos meus predilectos!
Parabéns pela escolha e votos de uma excelente Páscoa!

aaron@iol.pt disse...

Um dia quando morrer gostava que fosse na Primavera pois é a minha estação preferida, mas por agora prefiro gozá-la no seu esplendor.
Bjinhosssss do aaron e tem uma Páscoa muito docinha :-)))))

Luís disse...

Sempre me comoveu, este poema.
Um Páscoa Feliz.

Anónimo disse...

comovente e belo. e a Primavera está aí mesmo com alguns pinguitos de chuva!
Jinhossss do AC

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Passei por aki e deixo votos de uma boa semana.
¨`*• (¨`•.•´¨) ♡ .•*´
      ¨`*• .`•.¸(¨`•.•´¨) ♡ .•*´
      ¨`*• ♡ × `•.¸.•´  
Beijos

A.S. disse...

Na Primavera tudo renasce e tudo se renova... Que a Primavera te traga o brilho de novas cores, a delicadeza de novas pétalas e a delicia de novos e perfumes!...


Um abraço grande!

seta disse...

Feliz Páscoa, Menina Bonita de todas as maneiras. Que a Primavera seja das de durar por dentro.
:)
Bjs

O Montanheiro disse...

Querida Amiga.

Hoje resolvi bater-te à porta... (confesso que andei arredado deste cantinho algum tempo...) e, como sempre, recebeste-me com um texto maravilhoso, escrito por um dos nossos melhores poetas.

A Primavera, apesar de andar preguiçosa, é sempre uma época fascinante, onde a vida renasce (apesar da morte fazer parte dela...) maravilhosamente florida!

Se eu pudesse, oferecia-te todas as flores do mundo...

Obrigado por este momento de prazer.

Do amigo, VR

herético disse...

um beijo...

João Filipe Ferreira disse...

muito bonito sim..e o senhor luis gaspar cria magia com a sua magnifica voz.
tenho tb poemas recitados por ele...lugar aos outros 41 ou 42
beijinho enormeee

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Beijokas........

      ¨`*• (¨`•.•´¨) ♡ .•*´
      ¨`*• .`•.¸(¨`•.•´¨) ♡ .•*´
      ¨`*• ♡ × `•.¸.•´  

MARIA VALADAS disse...

Passei... e vim saudar a Poesia Portuguesa!

Beijos da

Maria

Leila Bosquerolli disse...

Sabes, adoro Fernando Pessoa! Amo-o de paixão! Agora, ouvir um de seus poemas na voz linda maravilhosa de um português e ao som das Quatro Estações...foi delicioso...salvei para ouvir quantas vêzes eu queira! Menina...parabéns!!! Beijos!!!