domingo, dezembro 09, 2007

anseio a noite...


daqui


anseio a noite
o sono o sonho
suspensa a confusão da luz
cravo as mãos no corpo
atingir o interior do rio
longe das vozes do dia
acaricio a música
o correr das águas
no leito novo
a quietude do coração
adormecido na margem


(Poema de
Memória Perturbada)

6 comentários:

JRL disse...

belíssimo blogue.

A Sulista disse...

Olá...belíssima imagem e escrita.
Aliás, como sempre ;-)


Beijos

Clitie disse...

Como vou estar fora na época de festas, passei para desejar Um Feliz Natal e um Bom ano Novo.

Deixo ainda o convite para uma visita à Loja da Sasha Cores em www.sashacores.isgreat.org

Beijinhos

Anónimo disse...

imagem poema e música. que se pode desejar mais? estamos dentro do sonho. foi um enorme prazer seguir este endereço que me foi mostrado por pessoa amiga. terá aqui um visitante diário.
Paulo Rocha

© Piedade Araújo Sol disse...

Gostei de ver que voltaste a actualizar o PP, e com um belo poema como é teu apanágio.

Obrigada!

Fica um beijo da

Pi

Nightwriter disse...

"Diz que até não é um mau blog", para este blog!

E, já agora, Boas Festas!

Abraço