quarta-feira, agosto 20, 2008

A Ver Dançar As Palavras


Imagem mar arável


Nas pedras do chão há cristais
cheios de pó e movimento
que seguem itinerários
vagarosos

que tropeçam
antes de serem brilho
expressão musical
para espanto dos pássaros
antes do voo

As pedras do chão
perdem a inocência
quando se aproximam dos cristais

Será do pó em movimento
ou dos meus pobres olhos
que espantam os pássaros?

Já não me pergunto
se nos alimentamos de poemas e destinos
neste chão onde me apetece

ver dançar as palavras


(Poema de Eufrázio Filipe)

9 comentários:

Hélder disse...

Bonita imagem essa de ver dançar as palavras.

Obrigado a quem criou este poema e a quem o divulgou. Isto sim é serviço público e espírito de missão. Continua!

Fiquem bem.
Hélder

Teresa Lopes disse...

Vim aqui parar de tecla em tecla, ou de palavra em palavra.
Parabéns por este espaço e pela divulgação cultural que promove.

Abraço

Graça Pires disse...

Ver dançar as palavras como só quem ama a poesia pode ver...
Belo poema.
Um beijo para si.

Anónimo disse...

O teu gosto na escolha de poesia, imagem e músicas é realmente muito refinado.
Parabéns
Bjs do AC

Anónimo disse...

gosto mto da poesia do Eufrázio Filipe e lê-la aki foi mt bonito
jinhos aos dois
lena

Paula Raposo disse...

O poema lindíssimo com uma imagem igualmente bonita! Sempre boas escolhas, Otília. Obrigada.Beijos.

elvira carvalho disse...

Gostei do casamento, palavras e imagem. Um poeta que desconhecia.
Um abraço

Anónimo disse...

***As pedras do chão
perdem a inocência
quando se aproximam dos cristais***

que quadro este!!!!!!!

Kisss da Anita

Pena disse...

Genial Amigo:
Um poema soberbo em que as pedras ganham vida e parecem comunicar connosco.
Fantástico de harmonia, conjugada com uma sensibilidade poética admirável.
Pedras que dançam terna e de forma fantástica versejadas com talento e genialidade poética.
Perfeito poema.
Abraço forte de estima, respeito e consideração.
Admiro o seu talento criativo e de expressão poética fabulosa.

pena