sábado, dezembro 19, 2009

Natal...


Imagem cedida por Pessoa Amiga


Velho Menino-Deus que me vens ver
Quando o ano passou e as dores passaram:
Sim, pedi-te o brinquedo, e queria-o ter,
Mas quando as minhas dores o desejaram...

Agora, outras quimeras me tentaram
Em reinos onde tu não tens poder...
Outras mãos mentirosas me acenaram
A chamar, a mostrar e a prometer...

Vem, apesar de tudo, se queres vir.
Vem com neve nos ombros, a sorrir
A quem nunca doiraste a solidão...

Mas o brinquedo... quebra-o no caminho.
O que eu chorei por ele! Era de arminho
E batia-lhe dentro um coração...

NATAL, de Miguel Torga



15 comentários:

Fê-blue bird disse...

Não conhecia este lindo poema de Miguel Torga, acredite que me emocionou pois "diz-me muito".
Obrigada por aqui, me ensinar tanto.
Feliz Natal cheio de Luz!
Beijinhos

jorge vicente disse...

que Lindo!!!!!!!

grande abraço
jorge vicente

Ana Tapadas disse...

Torga é extraordinário, mas quem me dera o Natal da minha infância...
Beijinho

Å®t Øf £övë disse...

É importante ensinar as crianças que o maior presente de natal é o amor que cada um de nós lhes pode dar, e não os bens materiais.
Bjs.

tinta permanente disse...

Um Natal repousado numa toalha de Paz, uma luz de esperança para todos os seus anseios no novo ano.
Assim lho desejo.

tintapermanente

Abimael Nunes de Carvalho disse...

Um poema que faz pensar sobre cada Natal de nossas vidas... Neste e nos que virão, desejo-lhe um caminho pleno de felicidade.

Teresa Durães disse...

sempre bom recordar Torga. Boas festas

Brancamar disse...

Muito lindo o poema de Torga, um poema para sentir em silêncio..., tanta espera por tanto que nunca foi alcançado, tanta solidão que marca o caminho de tantos e a esperança que vai ficando pelo caminho e a fé que se vai perdendo...
Torga sempre igual a si mesmo.
Que as Festas sejam Felizes e que o Novo Ano traga muita esperança.
Beijinhos.
Branca

Anónimo disse...

Oh, como era o Natal de antanho,menos bens materiais mas muito mais amor no meu caso era um beleza Bom ano Novo M.M.
Tetas

Graça Pires disse...

Sou fã do Miguel Torga.
Bom Ano!

Teresa Durães disse...

Que este novo ano traga muita criação!

Jaime A. disse...

Um bom ano partilhando sempre óptimos poemas.

Vieira Calado disse...

Agora que o Natal já lá vai...

desejo-lhe que este novo ano lhe traga muitas alegrias e boa poesia em língua portuguesa.

Meus cumprimentos

Anónimo disse...

Em silêncio vou passando para me deleciar comos seus escritos, fico sempre triste com a sua ausência, espero que esteja tudo bem.

beijinhos

mahtretas.

Fanzine Episódio Cultural disse...

O Fanzine Episódio Cultural é um jornal bimestral sem fins lucrativos, distribuído gratuitamente no sul de Minas Gerais, São Paulo (capital), Salvador-BA e Rio de Janeiro. Para participar basta enviar um artigo sobre esporte, moda, sociedade, curiosidades, artesanato, artes plásticas, turismo, biografias, livros, curiosidades, folclore, saúde, Teatro, cinema, revistas, fanzines, música, fotografia, mini contos, poemas, etc.
Contato: Carlos (editor)
machadocultural@gmail.com