sexta-feira, maio 21, 2010

ASAS


Imagem de Fabio Pallozzo


Quando chegava o Verão
Sentavas-te
À tardinha
Debaixo da figueira
Onde a brisa
Suave
Anunciava
O rumor das cotovias
Então pegavas
Delicada
Na minha mão
E contavas
Baixinho
Era uma vez um potrinho
Que adormecia
Feliz
A ouvir
As histórias do vento...
Sentia-te perto
E o tempo
Adormecido
No cantar do ribeiro
Parava
Enlevado
Para nos ver
Assim eram os dias
No tranquilo Paraíso
Em que desenhavas
Minuciosa
O crescer das minhas asas
E eu sentia
Maravilhado
O vigor do teu voar.

Poema de
AC in Interioridades

15 comentários:

AC disse...

Muito grato pela publicação. Não sabia da existência deste blogue, vou estar muito atento.
Foi uma grata surpresa!

Gigi disse...

Senti verdadeiramente todo o ambiente sereno e bucólico...poesia espontanea que brota da própria vida! Muito lindo...

Ana disse...

É sempre bom descobrir novas formas de escrita.
Parabéns AC pela forma como fazes crescer as asas da poesia!
Obrigada à Poesia Portuguesa por o divulgar!

brincarcomapoesia disse...

Uma proposta para a(o)s leitoras deste blogue: www.brincarcomapoesia.net.

Martinez disse...

poesia muito linda, parabéns

Graça Pires disse...

Poema delicioso e delicado...
Um beijo, MM.

Antonieta Elias disse...

Lindo blogue. Parabens...
Gostaria de receber poesias por email. É possível?
antonieta1950@gmail.com
Antonieta

Canto da Boca disse...

Quanta delicadeza para contar e cantar um tempo e a saudade.
Belísimos o blogue e a poesia!

Abraço!

Jaime A. disse...

A beleza do simples... adorei mesmo este poema, a fazer lembra uma rima infantil.

© Piedade Araújo Sol disse...

muito bem escolhido!

confesso que nao conhecia o autor.

beij

rouxinol de Bernardim disse...

...........um rio na nascente é assim: límpido, cristalino, são!

rouxinol de Bernardim disse...

Enfim, destas «ASAS» precisa o país para saír do atoleiro!...

Que belas ASAS!!!

Parabéns!

Isabel disse...

Que voo bucolico-literário!
Parabéns!

Isabel Montes
http://isabelmontes-poemas.blogspot.com/

Poesia Portuguesa disse...

Grata a todos pela presença e comentários.
Fico muito feliz por aqui estarem e, em especial, por gostarem de Poesia.

Um abraço

Célia Veloso disse...

Lindo...mas que poema tao completo!
Parabéns!