terça-feira, setembro 21, 2010

Vida


Pintura de Bernardus Johannes Blommers


"Capitão no seu posto"

Fez-se ao mar o marinheiro...
Ondinha vai, ondinha vem
O barco avança, vai mais além.

Lançou as redes o marinheiro,
Veio cardume bom e inteiro,
Peixe sadio e variado,
Mas, marinheiro, fardo pesado!
Ondinha vai, ondinha vem,
O barco avança, vai mais além.

Há vagas altas,
Há sobressaltos,
O barco balança,
Mas logo serena
Com a bonança,
Ondinha vai, ondinha vem,
O barco avança, vai mais além.

Não se desvia da sua rota.
Há muito mar para navegar,
Há muito peixe para colher,
Há horizontes por desvendar,
Há sol ao longe por descobrir,
Há onda e onda por florir...
Ondinha vai, ondinha vem
O barco avança, vai mais além.


Poema de Ibel (Maria Isabel)

in Frutos de Mim e Mar

11 comentários:

Anónimo disse...

marinheiro de água doce mas com costelas de pescadores de outros mares gostei muito deste poema
que saibamos todos ser capitão no seu posto k pelos tempos que correm parecer ser dificil
tiago lopes

Ibel disse...

Poesia Portuguesa

Como posso agradecer-lhe? Estou tão comovida.
Muito obrigada.
Voltarei, porque a poesia é o meu espaço de afecto e de aconchego.

carlos pereira disse...

Gostei bastante; aqui há uma inequívoca simbiose, entre a sensibilidade e simplicidade das palavras numa harmonia perfeita.

Graça Pires disse...

A musicalidade deste poema é imensa o que o torna excelente.
Beijos.

A.S. disse...

O Mar há-de ser sempre uma inesgotável fonte de inspiração para os poetas!!!


Abraço!
AL

OUTONO disse...

Tão simples...tão pleno...

Um abraço!

Virgínia do Carmo disse...

Uma melodia que embala os sentidos com a vontade de ficar nas palavras...

Um abraço

Virgínia do Carmo disse...

Uma melodia que embala os sentidos com a vontade de ficar nas palavras...

Um abraço

JOSÉ ALBERTO MAR disse...

Para a/o responsável do blogue "poesia portuguesa"!

antes de mais, peço desculpa por escrever-lhe aqui, mas não encontrei outra porta..

apercebi-me que mantém a indicação de meu (?) anterior Blogue, já parado há muito..

Caso queira substituir pelo actual (que já tem uns tempos..), aí vai:
http://eucvoocaminhando.blogspot.com ; "EU CÁ VOO CAMINHANDO")

Boas continuações

j.a.m.

tecas disse...

Mar! Eterna fonte de inspiração. Belíssimo poema! Embala-nos docemente a alma. Parabéns à autora e obrigada por a dares a conhecer.
Bjito

Jaime A. disse...

Há qualquer coisa de cantilena repetitiva neste poema: quase me leva à infância, mas sempre "vai mais além".