terça-feira, dezembro 28, 2010

De uma memória tão antiga

Mais um ano a terminar.

Outro a aproximar-se devagarinho e, como nos anos anteriores, desejamos sempre que algo de novo nos traga.

Este blogue cumpriu, muito discretamente, no passado mês de Setembro, cinco anos de existência enriquecidos com palavras dos Autores que aqui foram partilhados ao longo deste tempo.

Cinco anos se cumpriram, é verdade!

A autora deste blogue sente-se feliz por ter partilhado, com emoção, a sensibilidade que foi descobrindo no mundo da blogosfera.

Muitos dos blogues provavelmente já não existem mas, aqui ficou, para a posteridade, o seu registo.

Outros caminhos de divulgação foram surgindo, é verdade, mas o Poesia Portuguesa continua a senda a que se propôs aqui...

Neste final de ano e através do blogue da Graça Pires Poeta Portuguesa de grande mérito e para quem vai a minha grande admiração, partilho o poema que lá descobri e que muito me sensibilizou.



Pintura de Gaudiol


dizer Dezembro como se o mar tocasse a voz
ou dizer uma rosa rubra atravessada
por lábios de luz.
dizer o oriente de uma estrela
e vestir a pele de um poema.
mas a palavra é uma criança tolhida de frio
nos cabelos nevrálgicos que a árvore segura.
e assim amanhecemos, tardios e ébrios
no carrossel que orquestra a cidade
com tambores de solidão.

dizer corpo e ser ponte sábia para o outro lado
e a vida ser tão simples como a mão
que toca a pele da sílaba
de uma memória tão antiga
como as solas de uma infância gasta.
dizer amor, esse fósforo que incendeia
e ser fogueira na nervura da palavra.

despir o olhar desta erosão de distância.
agasalhar os pés e resguardar
o dorso lírico do sangue
como se a um poema de Natal bastasse
o verde inflamado de um arbusto:
o labor inteiro do meu coração de terra.

Poema de
Luísa Henriques


Com o desejo de um...

16 comentários:

  1. Fiquei contente por ter levado para a sua "Poesia Portuguesa" o poema da Luísa que é realmente fantástico.
    Obrigada por tudo. Que 2011 seja um ano bom para si e para todos os seus. Que lhe traga saúde, alegria, amor e o que mais desejar.
    Um grande beijo.

    ResponderEliminar
  2. já tinha lido o poema da Lu no blogue da Graça, e gostei, aliás ela escreve muito bem.

    bom ano de 2011 para ti e para os autores que aqui nos dás a ler.

    obrigada!

    beij

    ResponderEliminar
  3. De facto, um belo poema. Um 2011 com muita Saúde e Alegria.

    ResponderEliminar
  4. Peço desculpa, não sei como apareci anónimo; sou José Manuel Marinho.

    ResponderEliminar
  5. Gostei do Poema

    Venho desejar um ano Novo cheio de coisas boas em que a saúde seja o prato principal
    Demos as mãos e o caminho será mais fácil
    Feliz ano de 2011

    beijos

    ResponderEliminar
  6. Já comentei este poema da Luisa Henrique,no blog da poetisa Graça Pires.É fabuloso. Muito obrigada pelos votos de bom 2011 e parabéns
    Otília pelo magnifico texto de despedida de 2010.
    Bjito amigo

    ResponderEliminar
  7. agora me lembro, faz cinco anos que o meu blog existe. parece que somos companheiras de viagem

    ResponderEliminar
  8. Que beleza de blog! Estarei sempre por aqui, diretamente do Brasil, descobrindo um novo gerúndio... :)

    http://quintaneandoeoutrosgerundios.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  9. Como é bela e completa a poesia portuguesa!

    ResponderEliminar
  10. muito obrigada pelo gesto maior da generosidade.
    o gesto que dá à palavra a liberdade de crescer e abraçar o eco de outras palavras.

    Luísa

    ResponderEliminar
  11. Muito bom.. gostei do blog...
    Visitem:
    http://ladocego.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  12. Sim, é um belo poema. A pintura escolhida e surpreendentemente simples. Boa semana.

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde achamos que este recital pode ser do vosso interesse: http://lisboa.cervantes.es/FichasCultura/Ficha69891_20_39.htm
    cptos

    ResponderEliminar
  14. Nesta Rede virtual
    Onde as palavras se cruzam
    A Poesia é tão real
    Como os poetas que a usam!

    ResponderEliminar
  15. Gostei muito do blog e dos poemas aqui publicados. Adoro poesia e por isso identifico-me bastante com o seu blog.

    O meu blog: http://equandoanoitece.blogspot.com/

    ResponderEliminar

Caros visitantes e comentadores:

Obrigada pela visita... é importante para cada um dos autores da poesia constante deste blogue que possas levar um pouco deles e deixar um pouco de ti… e nada melhor que as tuas palavras para que eles possam reflectir no significado que as suas palavras deixaram em ti.

E porque esta é uma página que se pretende que seja de Ti para TODOS e vice-versa, não serão permitidos comentários insidiosos ou pouco respeitadores daquilo que aqui se escreve.

Cada um tem direito ao respeito e à dignidade que as suas palavras merecem. Goste-se ou não se goste, o autor tem direito ao respeito da partilha que oferece.

Todos os comentários usurpadores da dignidade dos seus autores são de imediato apagados.

Não são permitidos comentários anónimos.
Cumprimentos,