quarta-feira, junho 29, 2011

Como pintar o Sol todas as manhãs


Pintura de Margusta



Como pintar o sol todas as manhãs
no jardim onde florescem os lírios
se tenho as mãos vazias
de certezas
e de versos?
Sonho, tão-somente, versos obscuros,
versos lua nova.
Não versos quarto crescente
- a aspergir luar -
acalentados pelo som das harpas
dos anjos com brilhos de mistério
e asas de papel.
Papel de seda... de seda
para vestir e amaciar o tempo
de pintar o sol no tempo dos lírios.
Amaciar o tempo das mãos vazias
e da tristeza à flor da pele.

Poema de
Maripa

11 comentários:

Maria disse...

Que bonito o quadro da Margusta! E que belo o poema da Maripa (que tinha perdido...)

Obrigada.

Maripa disse...

Que boa surpresa,a sua,querida.

Bem-haja pelo seu carinho.

Também estive bastante tempo afastada,por problemas de saúde.

Regressei, já com saudades da blogosfera...mas ainda não consigo concentrar-me para escrever algo de jeito.
Vou divulgando de outros autores,que espero não levem a mal eu não pedir licença...

Beijinho, tudo de Bom para si,também.

Anónimo disse...

Lindo poema e imagem.
É sempre tudo tão lindo e suave por aqui.
Um beijão pra ti e Maripa
Leo

margusta disse...

Muito Obrigada amiga. O poema da Maripa (que não conhecia) é lindíssimo !... Sinto-me muito honrada ao ver a minha pintura junto a ele :)

Bem hajas!...

Abraço de carinho,
Margusta

Diamante Negro disse...

Parabéns...

Poesia é isto, escrever com letras como quem pinta telas, ter a capacidade de expressar imagens com frases.

Muito bonito!

TK disse...

Fantástico poema.
Parabéns!

http://thingsandstuff-tk.blogspot.com/

Arroba disse...

Cá venho, uma vez mais, agradecer-lhe a sua generosidade e persistência. Aproveito para deixar aqui registado que é , através do seu blogue, que me vão chegando os "meus visitantes".
São gestos simples como este, esforços denodados que nos dão força para continuar.
Um bem haja :)
E por último, não menos importante, os meus parabéns a Maripa, bela e harmoniosa poesia :)

Miguel disse...

O poema está muito bonito, bem construído as ideias estão todas lá e muito bem explicítas, Parabens.

uma pergunta, se eu quiser colocar poemas meus aqui.. o que teria que fazer?

Poesia Portuguesa disse...

Miguel, este Blogue é de partilha da Poesia que a criadora e única administradora da página, vai descobrindo pela "estrada" da internet... que é longa e, por vezes, de caminhos difíceis. Prometo, com tempo, visitar a sua página, mas já muitos "caminhantes" se encontram neste caminho a aguardar entrada… mas lá irei… está prometido!

Grata a todos pela presença e comentários.
Voltem sempre!

Um Abraço Poético.

Luís de Pinho-Costa disse...

Deixo aqui a minha vénia a este blog. Irei acrescentá-lo nos favoritos do meu blog já em seguida.

Deixo desde já o convite para passar em http://teladepalavras.blogspot.com/
(a Tela está também a participar num passatempo, pelo que todas as ajudas são bem-vindas)

Abraço,
Luís

Verânia Aguiar disse...

:) gosto! e bela pintura