domingo, setembro 25, 2005

Sê tu a palavra, (...o Início...)


Imagem daqui


1.
Sê tu a palavra,
branca rosa brava.

2.
Só o desejo é matinal.

3.
Poupar o coração
é permitir à morte
coroar-se de alegria.

4.
Morre
de ter ousado
na água amar o fogo.

5.
Beber-te a sede e partir
- eu sou de tão longe.

6.
Da chama à espada
o caminho é solitário.

7.
Que me quereis,
se me não dais
o que é tão meu?

Início este Blog com um poema de Eugénio de Andrade, falecido em Junho deste ano.

Esta é a minha homenagem.

2 comentários:

Anónimo disse...

- Poupar o coração
é permitir à morte
coroar-se de alegria.-

O poeta sabia o que dizia.

Gotinha de Água disse...

Dêem-me palavras que cheguem para que eu possa descrever na voz, num poema, numa canção, tudo o que é possível sentir!

Gotinha de Água