terça-feira, dezembro 27, 2005

Um Poema de Natal por dia...

Que
será,
Senhor,
neste Natal
armar uma ár-
vore dentro do
meu coração e nela
pendurar, em vez de
presentes, os nomes de
todos os meus amigos. Os
amigos de longe e de perto. Os
antigos e os mais recentes. Os que
vejo todo dia e os que raramente encon-
tro. Os sempre lembrados e os que, às vezes,
ficam esquecidos. Os constantes e os intermi-
tentes. Os das horas difíceis e os das horas alegres.
Os que, sem querer, eu magoei ou, sem querer, me ma-
goaram. Aqueles a quem conheço profundamente e aqueles
de quem não me são conhecidos a não ser as aparências.
Os que pouco me devem e aqueles a quem muito devo. Meus
amigos humildes e meus amigos importantes. Os nomes de todos os
que já passaram pela minha
vida. Uma árvore de raízes
muito profundas, e de ramos
muito extensos, e para que
seus nomes, nunca sejam,
arrancados do meu coração.
Para que novos nomes, vindos de todas as partes,
venham juntar-se aos existentes. De sombra muito
agradável para que nossa amizade seja um mo-
mento de repouso nas lutas da vida. 

"Que os mo-
mentos alegres de Natal iluminem todos os dias do
ANO que se inicia". 

São os meus sinceros votos!


Poema e imagem de Nahar

23 comentários:

  1. Uma ideia original de fazer poesia para esta quadra do ano. É um hino à amizade, à concórdia, à compreensão e tolerância, entre todos os que partilhamos esta forma de comunicação, e entre todos a quem desejamos levar mensagens de esperança, de fé e de amor!...

    ResponderEliminar
  2. Encantado por esta forma de poesia, está de parabéns por esta grande partilha!!!
    Cumprimentos
    Luis Cerqueira Damião

    ResponderEliminar
  3. Olá,
    Já conhecia esta belissima árvore. Alguém fez o favor de a partilhar comigo.
    Aproveito para agradecer a visita e vim conhecer este teu belo espaço. Prometo voltar.
    Feliz 2006

    ResponderEliminar
  4. agradeço o facto de me teres visitado. estou a ver que também és uma apaixonada pela alma portuguesa. Obrigado pela tua poesia e por teres espalhado este lindo poema para que chegue a mais pessoas. Abraço fraterno

    ResponderEliminar
  5. "..os nomes de todos os que passaram pela minha vida .."
    Tanta gente que faz a diferença. Tanta gente que contribui para que os nossos dias sejam mais ricos.
    Beijos grandes

    ResponderEliminar
  6. Garota
    Espero que tenhas tido um Feliz Natal.
    Não apresentarei a minha neta apenas por uma razão: não quero que a cara de minha neta caia num qualquer site de pedofilia que proliferam na net.
    Podes ter uma certeza, não é por vós que não a mostro, mas por quem nos visita sem sabermos.
    A outra ceteza: ela é mesmo linda.
    Beijinho,
    Luís

    ResponderEliminar
  7. (...)"Que os momentos alegres de Natal iluminem todos os dias do
    ANO que se inicia". (...)

    Uma vez por mês ao longo do ano faço o meu Natal, saio à rua e falo com os indigentes, não demonstrando compaixão, trato-os como iguais, ou levo algum aos banhos públicos em Alcântara e pago-lhe o banho, o corte de barba e cabelo e ofereço-lhe roupas usadas ou novas, conforme a telha que tenho no momento.
    Por vezes vou a um restaurante com algum antes do banho e muda de roupa e sou chamado á atenção pelo dono ou gerente da casa.
    Um mês depois volto ao mesmo local, com o mesmo indivíduo, e peço uma mesa para mim e para o Senhor Dr. ou Eng.º, o que me der na telha no momento.
    Então é só ver o ditado do hábito não faz o monge falhar redondamente.
    Faço-o porque quero, pois assim expurgo os meus pecados de consumismo e egoísmo social. Experimentem um dia fazer isto e verão o reconforto que dá.
    Um beijo

    ResponderEliminar
  8. Um beijinho e que entres com o pé direito no novo ano, P. :)**

    ResponderEliminar
  9. Obrigada! Também eu te desejo um Novo Ano muito Feliz! :)

    ResponderEliminar
  10. Votos de um novo ano pleno de venturas e de aventuras nesta arte de preencher os afectos com as vestes da poesia.

    ResponderEliminar
  11. Muito bonita a construção deste poema. beijos

    ResponderEliminar
  12. é sem dúvida uma bela árvore de natal.
    Daqueles que deviam assaltar os lares, as casas, e espalharem-se pelos nossos dias.

    ResponderEliminar
  13. Lindo!!!! :D Espero que tenhas tido um santo natal. abraço

    ResponderEliminar
  14. Adorei, passei pra marcar a presença e espero que tiveste um Bom Natal com a alegria redobrada juntamente com os teus (é isso q mais importa!).
    Já agora aproveito pra te desejar uma bonita passagem de ano com entrada de pé direito, os meus votos pra q tds os teus desejos se realizem (nunca é tarde demais pra sonhar).

    Bjs e abraços da Memorex pra ti Poesia Portuguesa.

    ResponderEliminar
  15. Desejo-te um ano 2006 cheio de concretizacoes dos teus desejos, cheio de felicidades. beijinho*

    ResponderEliminar
  16. desejo um ainda feliz 2005 e um 2006 de acordo com os teus anseios...um abraço

    ResponderEliminar
  17. gostei
    espero que no ano de 2006 consigas tudo aquilo que desejas e mereces
    jocas maradas de coisas boas

    ResponderEliminar
  18. Para 2006 desejo que este espaço se mantenha sempre lindo e com tão boa poesia. Um bjinho e tudo de bom para ti.

    ResponderEliminar
  19. Boa tarde!
    Defacto não posto nada há 15 dias( o blog em que fizeste o comentário por perguiça tem estado defacto um pouco abandonado, mas o outro segue bem vivo). Não posto porque os textos que agora tenho não estão ainda registados e por isso não os quero expor a predações menos agradáveis. Terei que ir a Lisboa fazer o registo em breve para que o blog continue!
    Já venho atrasado para desejar um bom natal mas ainda vou a tempo de desejar um óptimo e feliz 2006.
    Muitos beijinhos e abraços

    ResponderEliminar
  20. Adorável, essa cantiga de Natal aos amigos. Pois eu ecosto-me a ela para ampliar a sombra da compreensão, carinho e amizade.
    Bom ano de 2006

    ResponderEliminar
  21. Belo, seria Natal para sempre em todo omundo.

    BOM ANO 2006



    A.H.

    ResponderEliminar
  22. Embora já conhecesse este texto, não consegui deixar de me envolver com a sua beleza. Que belo era o mundo se todos os dias fossem natal...
    Gostei imenso.
    Continuem

    Xic@

    ResponderEliminar

Caros visitantes e comentadores:

Obrigada pela visita... é importante para cada um dos autores da poesia constante deste blogue que possas levar um pouco deles e deixar um pouco de ti… e nada melhor que as tuas palavras para que eles possam reflectir no significado que as suas palavras deixaram em ti.

E porque esta é uma página que se pretende que seja de Ti para TODOS e vice-versa, não serão permitidos comentários insidiosos ou pouco respeitadores daquilo que aqui se escreve.

Cada um tem direito ao respeito e à dignidade que as suas palavras merecem. Goste-se ou não se goste, o autor tem direito ao respeito da partilha que oferece.

Todos os comentários usurpadores da dignidade dos seus autores são de imediato apagados.

Não são permitidos comentários anónimos.
Cumprimentos,