quinta-feira, janeiro 05, 2006

nascimento do Menino

óleo de Margarida Cepêda (pormenor de quadro)


A Rosa como símbolo da abertura do Coração

A Rosa que está no centro é o ponto de confluência entre "o que está em cima" e "o que está em baixo" .
E o que está em cima é o Sol, e o que está em baixo é a Terra.
O Coração está entre a Terra e o Sol,tal como a Rosa.
O que nasce a partir do centro do Coração, pela actividade do Amor e do Conhecimento, é o Menino .
Este é o Natal.

É no duplo movimento do "saber dar" e do "saber receber" que o Caminho Iniciático começa e conduz ao Nascimento.

Saber Amar abre muitas portas

Poema e imagem de
Maat in Arde o Azul

9 comentários:

  1. A Rosa do Amor Universal...
    Grande Abraço

    ResponderEliminar
  2. Lindíssimo, é só o que me osorre dizer!

    Um beijo

    ResponderEliminar
  3. O Amor na sua mais bela forma.!
    A genealidade de Maria Azenha!
    Abraço-vos
    Manuel

    ResponderEliminar
  4. huuummmm! aqui ainda se repira Natal!

    ResponderEliminar
  5. Saber amar, sim, é o começo de tudo! Beijos.

    ResponderEliminar
  6. O Natal é renascimento, renovação, o Menino é, como está escrito, CAMINHO, VERDADE E VIDA! Tudo caminha para ele, e como também está escrito, tudo foi feito para Ele, e para Ele caminharemos...
    Bom Ano cheiinho de coisas boas,
    Ricky

    ResponderEliminar
  7. Renovar é uma constante da vida... Um Bom Ano!

    ResponderEliminar
  8. Este óleo de Margarida Cepêda é um dos meus preferidos. Excelente, reler, aqui, Maat. Bom presente de Reis!

    :-)

    Beijinho. Bfs

    ResponderEliminar
  9. Que tela preciosa ! y feliz reyes :)

    ResponderEliminar

Caros visitantes e comentadores:

Obrigada pela visita... é importante para cada um dos autores da poesia constante deste blogue que possas levar um pouco deles e deixar um pouco de ti… e nada melhor que as tuas palavras para que eles possam reflectir no significado que as suas palavras deixaram em ti.

E porque esta é uma página que se pretende que seja de Ti para TODOS e vice-versa, não serão permitidos comentários insidiosos ou pouco respeitadores daquilo que aqui se escreve.

Cada um tem direito ao respeito e à dignidade que as suas palavras merecem. Goste-se ou não se goste, o autor tem direito ao respeito da partilha que oferece.

Todos os comentários usurpadores da dignidade dos seus autores são de imediato apagados.

Não são permitidos comentários anónimos.
Cumprimentos,