sábado, março 25, 2006

Porque…precisamos de Amigos para Viver…

Quem não sai da sua casa
Não atravessa povos, montes, vales,
Não vê as cenas bíblicas das eiras,
Nem mulheres de infusa, equilibradas,
Nem carros lentos, chiadores,
Nem homens suados,
Quem vive como o insecto cativo no seu redondel,
Cria mil olhos para nada...
Irene Lisboa

... eu saí da minha... e fui aqui ter... e trouxe comigo estas palavras...

Imagem daqui


Amigo!
apetece gritar ao mundo
ir por aí dizer a toda a gente
Dizer que não é tarde
que vale a pena esperar
amar e crer
sorrir e no sorriso dar-se
A hora sempre chega!
E, então..
o ribombar da tempestade
é doce sol nascendo
luz filtrando-se nos bagos da chuva
o sol, o firmamento
as terras, os mares
o trinado dos pássaros
o coaxar das rãs
o rugido das feras
o rumorejar do vento nos sobreiros
a calma do sorriso
o soluço no choro
é vida...vida!
A alma volteia em passos de dança
loucos, muito loucos.
Vestiste-a de brancos folhos, Amigo!
e ela rodopia
dança, dança, dança...
escorrega aqui, mas logo retoma
na mais louca das danças
ao ritmo voluptuoso da Alegria pura!
Ouve, Amigo,
Ouve!
És tu quem colocou na pauta
o dó , o ré, o mi...
as notas todas!
És tu, Amigo quem conduz a minha alma
quem doira de luz o salão
onde ela rodopia!

Debruçado nos prados, nos vales, nas montanhas
nos ribeiros, nas fontes
na vastidão do mar
na imensidão do espaço...
és tu... Amigo...

Poema da Seila

25 comentários:

  1. Cá estou a retribuir a visita. E, sim, concordo, mas, por vezes, apetece ficar em casa a ver se esses 1000 olhos saram, se reajustam... Abraço!

    ResponderEliminar
  2. Fiquei, mais do que agradecida, muito comovida com o que me deixaste escrito e com esta homenagem a um escrito de há bastante tempo. Um abraço!

    ResponderEliminar
  3. :)
    Mas que escrito tão bonito :)
    Obrigado pela partilha
    Bjx e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  4. Quem se fecha em casa, não vê o sol, apenas o seu reflexo.

    ResponderEliminar
  5. Um poema que traduz o belo sentimento que é a Amizade. Amei!!!
    Beijusss com carinho da Sofia

    ResponderEliminar
  6. Querida Amiga,
    Quem bom ler um belo poema pintado de Amizade!
    Bem hajas,
    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  7. Minha querida Menina Marota(às vezes)...
    gostei muito deste poema da Seila; obrigada por o dares a conhecer.
    Por causa disso, fui a "casa" dela e gostei ainda mais da sua Prosa.
    É uma verdadeira contadora de estórias.
    Parabéns a ti por esta Poesia Portuguesa, parabéns à Seila e parabéns à Amizade, que deste modo é homenageada e fica mais rica.
    Beijos
    Maria mamede

    ResponderEliminar
  8. É bom encontrar aqui a escrita da Seila. É sempre um prazer lê-la.
    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Fantástico o teu poema, comecei bem a semana a ler poesia com classe. Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  10. Bonito poema bem emoldurado pela imagem escolhida. Gostei bastante!...
    jorgesteves
    http://www.contextualidades.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  11. Amigos são essenciais. Assim como as poesias! ;)


    Boa semana.

    ResponderEliminar
  12. Os amigos são como as estrelas... Por vezes não se vêm, mas sabemos que estão lá!...

    Felicito-te pela bela poesia que tens neste Blog!...

    ResponderEliminar
  13. Ora e faz muito bem visitar os amigos. É sempre um prazer recebê-la. :)

    ResponderEliminar
  14. Os amigos e a poesia. Dois adubos na vida que a fazem crescer e a tornam mais bela.

    ResponderEliminar
  15. Belo, como toda a escrita da seila:) beijos

    ResponderEliminar
  16. Aquela al-garvia é assim.
    Vestida de nus e mar. A cores.
    Debruçada sobre a terra e os amigos. Acompanhada sempre por palavras que parecem acordes matinais.

    Gostei de estar por aqui.

    ResponderEliminar
  17. ..aguarela pinta com palavras...palavras em tons de aguarelas...

    ResponderEliminar
  18. Vinha apenas deixar um beijinho, mas deparei-me com este belíssimo poema.
    Achei-o encantador!
    A amizade é das relações mais importantes da vida.

    Boa semana *

    ResponderEliminar
  19. Querida PP
    De poemas vivemos até que a mão nos dôa...
    Um beijo
    Daniel

    ResponderEliminar
  20. Gostei da viagem que fiz pelo blog...

    Faz-me lembrar o Por do Sol, a esta hora da noite....

    Posso dar uma ajuda no nome...


    Jinhos

    ResponderEliminar
  21. Amigos são como o vento: às vezes perto, outras longe, mas eternos em nossos corações...

    ResponderEliminar
  22. a importância de amizade pintada neste belo poema, não conhecia a Seila e fui até lá, fiquei encantada

    parabéns por nos dares sempre tão bela poesia a conhecer, parabéns à Seila que escreve muito bem

    beijinhos para ti muitos

    lena

    ResponderEliminar
  23. Amigos quem não precisa deles?
    Amigos verdadeiros são como as pedras preciosas, devem ser tratados com muito carinho, porque tal como elas, também eles são raros e preciosos.

    ResponderEliminar
  24. Mais um excelente poema, publicado neste blog.
    Parabéns pela escolha.

    ResponderEliminar

Caros visitantes e comentadores:

Obrigada pela visita... é importante para cada um dos autores da poesia constante deste blogue que possas levar um pouco deles e deixar um pouco de ti… e nada melhor que as tuas palavras para que eles possam reflectir no significado que as suas palavras deixaram em ti.

E porque esta é uma página que se pretende que seja de Ti para TODOS e vice-versa, não serão permitidos comentários insidiosos ou pouco respeitadores daquilo que aqui se escreve.

Cada um tem direito ao respeito e à dignidade que as suas palavras merecem. Goste-se ou não se goste, o autor tem direito ao respeito da partilha que oferece.

Todos os comentários usurpadores da dignidade dos seus autores são de imediato apagados.

Não são permitidos comentários anónimos.
Cumprimentos,