segunda-feira, março 13, 2006

Um Poema para hoje...


Este foi o último livro de Poesias que adquiri.





Ao fim de tantos anos em silêncio
descobrimos
que uma lágrima ainda sulca o rosto árido.
Com ela cultivamos esquálidos jardins
na varanda solitária
que cuidamos como parte de nós próprios.

Mais tarde, diremos "Bom-Dia"
aos pardais tranquilos no meio das flores
e, do outro lado da rua,
talvez alguém, distraído, nos sorria.



( Manuel Filipe in "Por distracção" )


É também um caminho que percorro na blogosfera… Vinde conhecê-lo aqui

18 comentários:

  1. Já lá vou...!
    Gostei muito do poema de Manuel Filipe. Interessante esta divulgação na Blogosfera.
    Bjinho

    ResponderEliminar
  2. Não estou a exagerar se te disser que adoro o Manuel Filipe:) Todos os poemas dele são lindos! beijos

    ResponderEliminar
  3. Não ha duvida, o autor tem mesmo um talento admirável...

    ResponderEliminar
  4. Belo poema e obrigada pelo link a site dele.

    ResponderEliminar
  5. já tinha conhecimento, mas nunca é demais partilhares e este é um dos seus mais belos poemas, passsei a ler o que consigo dele e adoro o que escreve


    beijinhos meus para ti qurida amiga


    lena

    ResponderEliminar
  6. Obrigada pela visita :)
    O sítio até nem é da moda...e eu adoro sítios tradicionais/rústicos! A probabilidade de se comer bem é sempre muito maior!!

    ResponderEliminar
  7. "...Mais tarde, diremos "Bom-Dia"
    aos pardais tranquilos no meio das flores...

    Bonita escolha, poesia portuguesa.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. Este é um livro q ainda me falta comprar (um dos livros ...)
    É lindo o poema.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  9. Visita sempre enriquecedora...
    Saudações,
    Apiur

    ResponderEliminar
  10. Que textos lindos escolhes para partilhar!

    Bjks

    ResponderEliminar
  11. uma lágrima perdida
    tombada pelo caminho
    à espera de um sorriso
    um olhar de carinho...

    :)
    Bjx

    ResponderEliminar
  12. ...ainda não fui ao Blog dele...mas gosto muito...tenho-o lido bastante no Blog da Wind.

    Bjs

    ResponderEliminar
  13. É, sem exagero, um dos melhores livros de poesia que tenho lido ultimamente. Gostei de o ver mencionado aqui.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Esperemos que sim, que elas nos digam olá. beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Independentemente da idade, temos sempre uma lágrima à espreita. Só aguarda o momento certo.

    ResponderEliminar
  16. Parabéns pela qualidade do espaço, dos poemas...voltarei e adicionarei um link no meu blog.

    cumprimentos
    hugo milhanas machado

    www.poemaemformadenuvem.blogspot.com

    ResponderEliminar
  17. estaba buscando poemas en portugués-un idioma que comprendo en parte, pero no hablo- y aquí estoy conociendo nuevos poetas. Me gusta la selección que haces. Saludos. Myriam.

    ResponderEliminar

Caros visitantes e comentadores:

Obrigada pela visita... é importante para cada um dos autores da poesia constante deste blogue que possas levar um pouco deles e deixar um pouco de ti… e nada melhor que as tuas palavras para que eles possam reflectir no significado que as suas palavras deixaram em ti.

E porque esta é uma página que se pretende que seja de Ti para TODOS e vice-versa, não serão permitidos comentários insidiosos ou pouco respeitadores daquilo que aqui se escreve.

Cada um tem direito ao respeito e à dignidade que as suas palavras merecem. Goste-se ou não se goste, o autor tem direito ao respeito da partilha que oferece.

Todos os comentários usurpadores da dignidade dos seus autores são de imediato apagados.

Não são permitidos comentários anónimos.
Cumprimentos,