segunda-feira, maio 15, 2006

Maio sonhado



Que venha Maio
e traga nos dias a plenitude da terra,
renascer de promessas que Abril plantou!
Que seja então Maio,
cheiro de brisa suave que em si carrega
mil águas caídas no solo que secou!
Floresça Maio agora
nesta hora de bandeiras caídas no chão,
cravos desfraldados no tempo de outrora
e traga de novo
a força que sonhámos ter dentro da mão!


(Poema da Lique)



Imagem de autor desconhecido

14 comentários:

Maria Costa disse...

Bonito poema e bem ilustrado.
Beijinhos para a autora e para a "poesia portuguesa".

Ana Sobral disse...

(e traga de novo
a força que sonhámos ter dentro da mão!) diz a Lique e que eu concordo!!!! Tamos todos de parabéns por este mês de Maio feito Poesia!!!

Beijossssss :-)

Pink disse...

Muito bonito o poema da Lique e a ilustração muito bem escolhida!

Um beijo

herético disse...

Muito bem! Poesia Portuguesa, no seu melhor...

maresia_mar disse...

Olá,
nunca é demais, Poesia Portuguesa e da boa.. Bjhs

jorgesteves disse...

Um gesto lento e delicado que prolonga a semente de Abril às cálidas tardes de Maio! Belo!
(o que não é novo nesta assinatura...)
Lindissima a imagem escolhida!
amizade,
jorgesteves

manuel disse...

Isto continua político.
Dos amores voltamos aos "trabalhadores".
Boa semana

Tó Luis disse...

Olá tudo bem...
Bonito e de esperança...por um sempre dia melhor...
Apetece-me agradecer-te por essas palavras...Obrigado.
Tudo de bom.

Maria P. disse...

É bom passar e ficar por aqui.

Carlos Barros disse...

um muito obrigado...foi pena não te juntares... há sempre espaço para a poesia portuguesa...
beijo

canela_e_jasmim disse...

Lindo e "empenhado" numa luta, que não se quer morta nem perdida. Gosto muito da escrita da Lique. Excelene imagem a emoldurar o poema.
Beijinhos

Berta Saraiva disse...

olá.
mais uma vez visitei o teu blog.
não poderia deixar de o visitar. alguém me ensinou a gostar de posia e desde então cada vez gosto mais.
parabéns,
berta saraiva

Joaquim Amândio Santos disse...

uma escolha simplesmente doce. perfeito.
a selecção que está a depositar por cá é irrepreensível. parabéns!

lique disse...

Obrigada pela escolha de um poema meu que olha para Maio como um renascer e não só na natureza! É bom vê-lo aqui.
Um beijo grande para ti