quarta-feira, maio 24, 2006

Próxima vez


Desconheço o autor da imagem

Da próxima vez,
Vou apostar na tua loucura,
Deitar por terra toda essa ternura,
Soltar-te as asas para não te esquecer.

Da próxima vez,
Vou libertar-te da minha verdade,
Vou dar-te força para tanta vaidade,
Olhar-te sempre sem nunca te ver.

Da próxima vez,
Vou desafiar a minha coragem,
Tirar paragens da nossa viagem,
Contar-te tudo o que quiseres saber.

Da próxima vez,
Vou sentir-te a cada segundo,
Deixar-te crer que vais mudar o mundo,
Mostrar-te o lado doce do meu ser.

(Poema do GNM)

11 comentários:

  1. Da próxima vez... vou sorrir, sentar-me no colo do sol e deixar-me levar pela magia da vida. Linda a poesia e a imagem. Bjhs

    ResponderEliminar
  2. É muito bom voltar a aqui, e encontrar o que sempre aqui existiu, sentimento, talento e sensibilidade...que nos transporta e convida a uma "próxima vez..."

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. Da próxima vez é (quase) sempre um arrasto de Esperança...
    amizade,
    jorgesteves

    ResponderEliminar
  4. Da próxima vez vou voltar para reler belos poemas como este. Da próxima vez procurarei nas palavras que aqui escreves, tuas e de outros, os momentos de acalmia de que necesito.
    Da próxima vez...

    ResponderEliminar
  5. Lindooooooooooooooooooooooooo!Neste poema esta escrito tudo o que gostariamos de sentir, que nos fizessem sentir melhor dizendo.obrig.bjo

    ResponderEliminar
  6. É bom acreditarmos "numa próxima vez", seja ela continuidade ou alternativa.

    Desejo-te um excelente fim-de-semana. Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Lindo mesmo...
    Da proxima vez, vou sentir-te a cada segundo...
    bjnhs doces

    ResponderEliminar
  8. Este poema é lindíssimo.
    Boa escolha.
    Parabéns.

    ResponderEliminar
  9. Great site lots of usefull infomation here.
    »

    ResponderEliminar
  10. What a great site, how do you build such a cool site, its excellent.
    »

    ResponderEliminar

Caros visitantes e comentadores:

Obrigada pela visita... é importante para cada um dos autores da poesia constante deste blogue que possas levar um pouco deles e deixar um pouco de ti… e nada melhor que as tuas palavras para que eles possam reflectir no significado que as suas palavras deixaram em ti.

E porque esta é uma página que se pretende que seja de Ti para TODOS e vice-versa, não serão permitidos comentários insidiosos ou pouco respeitadores daquilo que aqui se escreve.

Cada um tem direito ao respeito e à dignidade que as suas palavras merecem. Goste-se ou não se goste, o autor tem direito ao respeito da partilha que oferece.

Todos os comentários usurpadores da dignidade dos seus autores são de imediato apagados.

Não são permitidos comentários anónimos.
Cumprimentos,