segunda-feira, maio 08, 2006

Um Poema em Maio...


Óleo de Diane Romanello


a noite quente de Maio
tem gente,
que nasceu das papoilas,
dos malmequeres, dos poentes.

Toda a gente tem camisa aberta, t shirt,
sorriso, ritmo, luz, uma brisa que sopra lentamente.

as palavras circulam, derretidas, na roupa, na mão contra a mão,
no afago do passo no passeio.

a lua espraia indolente a luz macia na festa na varanda dos vizinhos
defronte, até às tantas.

Há choupos, urzes, fetos e carvalhos no jardim lúdico da minha mente.
ribeiros, charcos, grilos e lençois brancos da minha memória na piscina.

Tudo diferente do jornal malicioso das notícias, dos concursos electrónicos de televisão, das bielas giratórias dos automóveis, dos irritantes casamentos milionários monárquicos, da estupidez, do hediondo, do rídiculo.

uma ideia na ponta do cigarro, uma letra no dedo mindinho, um trevo no desejo,
...um sono profundo...


um poema em Maio


(Poema de Constantino Alves*)



*(Autorizado pelo Autor e lido na Noite de Poesia de Vermoim, dedicada ao tema Cantigas de Maio)

9 comentários:

  1. Excelente escolha e brilhante representação da dicotomia, campo cidade. Só tu e a portuguesa poesia.
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Num dia particularmente dificil, soube-me muito bem visitar-te.

    Da Roma, un longo e tenero bacio

    (tambem da Titas
    http://titasonline.blogspot.com /

    ResponderEliminar
  3. Vem o lamento de baixo ajuntar-se a outro cântico de Maio...
    sorrisos,
    jorgesteves

    ResponderEliminar
  4. Maio anda pródigo em Poesia. Vê-se neste cantinho. Ainda bem. Que as Musas continuem o seu trabalho!
    Bjs.
    Licínia

    ResponderEliminar
  5. Brilhante escolha que sabe sempre bem ler.
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Um poema no mês de Maio, mês das flores, mês da ternura.
    Fica bem.
    Beijinhos
    Manuel

    ResponderEliminar
  7. Menina marota;)!!! Mês de Maio, vontade de saudar a vida, tempo de sorrisos abertos, frescura em cada olhar, estimulo de vida...
    Bonita escolha de autor. Também estive a pôr em dia todos os temas que ainda não tinha lido, bem escolhidos como sempre.

    ResponderEliminar
  8. Olá
    o Maio é um mês óptimo para as musas inspiradoras, nota-se bem. Lindissimo.. bjhs

    ResponderEliminar
  9. Estou à espera que a minha amiga "Amita" me envie o livro de poesia editado pela Junta de freguesia de Vermoin.

    Um poema agradável com um não menos agradável fundo musical.

    ResponderEliminar

Caros visitantes e comentadores:

Obrigada pela visita... é importante para cada um dos autores da poesia constante deste blogue que possas levar um pouco deles e deixar um pouco de ti… e nada melhor que as tuas palavras para que eles possam reflectir no significado que as suas palavras deixaram em ti.

E porque esta é uma página que se pretende que seja de Ti para TODOS e vice-versa, não serão permitidos comentários insidiosos ou pouco respeitadores daquilo que aqui se escreve.

Cada um tem direito ao respeito e à dignidade que as suas palavras merecem. Goste-se ou não se goste, o autor tem direito ao respeito da partilha que oferece.

Todos os comentários usurpadores da dignidade dos seus autores são de imediato apagados.

Não são permitidos comentários anónimos.
Cumprimentos,