domingo, julho 02, 2006

Ontem...


Girassóis da Vera Cymbron - Açores


Ontem,
fiquei em silêncio!
Roubaste-me,
palavras com beijos.
Abraçaste-me,
sem dor e sem medo.
Trataste-me,
o corpo e a alma.
Amaste-me,
com sede e desejo…
Ontem,
curaste a doença.
Tiraste-me,
a fome e foste alimento.
Carregaste-me,
a dor e fizeste-a tua.
Apagaste-me,
os pesadelos e fantasmas.
Recriaste-me,
os sonhos e as alegrias.
Devolveste-me,
o sono e a paz.
Ontem,
Nos teu braços, ao sabor dos teus beijos,
Quando olhei no fundo dos teus olhos
E me envolvi no calor do teu corpo…
Senti que hoje estaria melhor,
Porque tu és a minha cura.

(Poema da Vera Cymbron)

7 comentários:

Passeando no Parque disse...

Mais um local por onde vou ter que ir passear, pela imagem deve ser um jardim muito lindo. Ontem, quem me dera ter sido assim uma cura...
Beijão pra duas

Thiago Forrest Gump disse...

Belo post. Mas gostei mais do texto que da imagem.

:)

A.Mello-Alter disse...

Eu que respeito tanto a poesia, que não me atrevo a escrever uma linha...
Gostei

Barão da Tróia II disse...

Eu não sei, masia jurar que este blogue é a cura para muitos males. Excelente. Boa semana

lena disse...

de novo um excelente poema,
um ontem que pode ser um hoje, onde se viaja entre emoções

belo como sempre o que nos trazes até aqui, obrigada és realmente especial

parabéns à autora de tão belo poema

beijinhos meus

lena

Manel do Montado disse...

É de facto um privilégio frequentar os teus espaços, embora nem sempre o tempo me obedeça.
Este poema representa muito do que é um verdadeiro amor, mesmo que sentido só por um.
A autora está de parabéns.
Um abraço e ...vou dormir

Ana Sobral disse...

O poema de uma mulher apaixonada; ou antes a imagem daquilo que uma paixão provoca, porque o amor cura tudo!!
A frescura das flores,realça este poema, de uma maneira que apetece percorrer este jardim tão especial.
Mais um blog a visitar.
Um beijinho da
Anita