quarta-feira, agosto 23, 2006

Doce Tentação...


Pintura de John Collier

neste minuto igual a qualquer outro
queria guardar ciosamente o meu corpo
ser a essência e a matéria
ter o brilho mágico de uma estrela
e cultivar para ti a flor da espera

mas entranço o tempo na viola
a pendurar memórias pelas cordas
a emoldurar o olhar nas tardes de ócio
como se vomitasse todo o mar
e seus trágicos despojos

aqui reclino as noites se te espero
desperto as madrugadas se te ouço
este é o lugar mais seguro que conheço
para te amar na concha do segredo
e te esquecer na métrica de um verso

aqui sou essência de toda a matéria
que prevalece na fusão do beijo
depois da tua língua sugar com arrojo
tudo o que me vai dentro do corpo…

ergo agora o cristal deste momento
e brindo ao fruto do teu corpo doce arinto
como Lady Godiva nua de alma
saboreando só o fruto do silêncio…

(Poema de Aziluth)

12 comentários:

  1. Lady Godiva uma imagem de sonho...mui bela.
    Descobri por acaso este blogue; vou voltar.

    ResponderEliminar
  2. como um fruto delicado e saboroso. assim este poema!

    fica aqui muito bem. parabéns a ambas..

    ResponderEliminar
  3. Lindo...lindo!

    Tentei destacar uma frase mas não consegui porque todo o poema é tão lindo que não dá para separar uma palavra.

    João Norte

    ResponderEliminar
  4. Um passeio delicioso, este...
    Beijo pra vc

    ResponderEliminar
  5. Passei por aqui e aproveito para deixar votos de um bom fim de semana.
    Bjx

    ResponderEliminar
  6. Como quem cala consente, só me falta agradecer o destaque que fizeste e deixar-te à vontade para o fazeres de novo, se mais alguma coisa aparecer que valha a pena.
    Já vi a qualidade das tuas escolhas e é por isso uma honra ver-me aqui no espelho dos meus versos. A todos que passaram e gostaram, obrigada também. Aquilo que se faz e publica,ganha voo próprio e único nas asas de cada leior.

    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Lindo este poema. Fazes muito boas escolhas, Dá gosto visitar-te.
    Michakurika

    ResponderEliminar
  8. Poesia,

    passei aqui para agradecer a passadinha no Brasil, e certamente constatar que minha vinda não foi em vão... Aqui tens belas imagens e palavras tocantes.Retornarei!

    Fioss
    Casti

    ResponderEliminar
  9. Uma das mais belas pinturas de John Collier, dando um ar de mistério e exuberância a este poema.
    Boa escolha.
    Cpmtos do J. N.

    ResponderEliminar
  10. Introspectivo... relato de momentos, pensares da memória. Gostei bastante! Abraços

    ResponderEliminar
  11. lady godiva aqui espelhada num belo poema. tens boas escolhas. espero que nao te importes de te ter adicionado ao meu blog.
    continua assim...

    ResponderEliminar

Caros visitantes e comentadores:

Obrigada pela visita... é importante para cada um dos autores da poesia constante deste blogue que possas levar um pouco deles e deixar um pouco de ti… e nada melhor que as tuas palavras para que eles possam reflectir no significado que as suas palavras deixaram em ti.

E porque esta é uma página que se pretende que seja de Ti para TODOS e vice-versa, não serão permitidos comentários insidiosos ou pouco respeitadores daquilo que aqui se escreve.

Cada um tem direito ao respeito e à dignidade que as suas palavras merecem. Goste-se ou não se goste, o autor tem direito ao respeito da partilha que oferece.

Todos os comentários usurpadores da dignidade dos seus autores são de imediato apagados.

Não são permitidos comentários anónimos.
Cumprimentos,