sexta-feira, setembro 15, 2006

Demasiado vivo...


Pintura de Edward J. Poynter


Quero ser…
Existir nos teus lábios…
Quero estar…
Possuir as tuas mãos…
Quero, quero ser a montanha que te recebe.
Silencia os nossos gemidos,
cala os nossos choros…

Serei fonte que te bebe sem sede,
onde estou, serei vida que te leva como numa rede.
O que sou sem a tua luz não me transporta,
deixei de ser, abandonei a matéria morta.

Quero ir…
Existir nas tuas palavras…
Quero voltar…
Possuir os teus erros…
Quero, quero ir na corrente que te leva.
Grita na melodia do nosso silêncio,
Revela o nosso sorriso…

Serei o pó que recebes,
onde vou, crescer no teu mundo como sebes.
O que fui, perguntas, apenas matéria,
passarei a ser, tão vivo como uma artéria.


(Poema de Joca-João C. Santos)

17 comentários:

asminhasbijuterias disse...

ola coloquei o teu blog nos meus links porque o acho excelente espero que não te importes.bj

Delfim Peixoto disse...

de facto....LINDOOOOOOOO!
~Só mesmo tu

Ana Sobral disse...

Como diz ali o Delfim Peixoto de facto só tu para nos brindares com estas escolhas perfeitas que descobres. É linda esta forma de partilhares, tal como é lindo o poema e a imagem.
Beijinhosssss da Anita

Morgaine disse...

aii eu também quero... como eu quero...

Samantar Mohi disse...

Mais uma bela conheita poética...tem um bom grau...

Aproveito e faço publicidade a um novo blog do qual sou colaborador...auto-denomina-se de GERAÇÃO UPDATE e promete simplesmente nada e um pouco de tudo e de todos e talvez para nada...VISITEM...




WWW.GERACAO-UPDATE.BLOGSPOT.COM

delusions disse...

"Grita na melodia do nosso silêncio,
Revela o nosso sorriso..."

Boa escolha!É sempre uma boa iniciativa partilhar poesia portuguesa...

Bom domingo*

Klatuu o embuçado disse...

Interessante a ideia deste blog.
Os critérios de escolha é que... mas enfim, cada um tem os seus.

Poetas Almadenses disse...

Parabéns por este excelente blog de divulgação da poesia portuguesa. Em Cacilhas a «Poesia Vadia» (e o blog com o mesmo nome)acabaram... o café encerrou e a dinamizadora cultural "navegou" para outras paragens, mas a poesia não ficou esquecida, conforme podes comprovar no nosso novo espaço, que espero vás visitar.

Minda disse...

A divulgação da poesia e dos poetas é muito importante. Por isso, blogs como este fazem sempre falta. Parabéns pela excelente casa que aqui tens... a poesia portuguesa é merecedora. Confesso que fiz uma leitura breve, mas gostei do que me foi oferecido. Obrigada pela partilha e, mais uma vez, obrigada por teres construído este blog.

Martek@x disse...

gostei e como diz a minda. ''A divulgação da poesia e dos poetas é muito importante''. eu faço as vezes mas gosto mais em prosa mas poesia é mais bela mais... mais... romantica, bela, fantastica...

Bia disse...

Olá! Obrigada pela tua visita tão simpática.
Quanto ao "querer" é um não sei quê, que todos temos dentro de nós, só que uns falam alto e outros baixinho, não é?
Lindo Poema

não consigo registar o meu comentário com o nome do meu Blog, no entanto sou a Bia, não sei se é problema no meu Blog...

Bia disse...

Olá cá estou eu novamente, afinal o meu probelma sou mesmo eu... aqui estou com o meu olhar atento... amanhã volto para ler com calma, tenho uma menina para deitar. beijinho

Joca disse...

Passei para deixar um bravo tributo à raiz deste blog, considero importante o que pretendes fazer, a nossa escrita bem precisa...

Parabéns.

Secreta disse...

Simplesmente belo! Parabens!
Beijito.

inominável disse...

boa iniciativa de divulgação.

Spiritus Lupus disse...

Queria ser eu grande, para poder de ti, e do que fazes, tecer algum comentário. Porem, como pequeno sou, só me resta agradecer pelas Pérolas, que nos ofereces...

Bia disse...

O que dizer... fica dificil... quando se ama deve ser mesmo assim, como um rio que corre para o mar, ninguém empurra, ninguém pede... simplesmente ele segue o seu caminho.