segunda-feira, janeiro 29, 2007

querer ser, e crer

Almaro com a Poesia no olhar, diz-nos estas palavras: Não sou fotografo. uso uns olhos e um sentir. sou navegante vagabundo que só leva olhar no ir...

Pintura de Almaro



não queira eu
ser
mais que eu-próprio
mas,
ser-me,
escondido-por-inteiro,
nos olhos de menino
que sonha,
ser
cavalo-marinho, abraçado em ondas-de-azul-horizonte,
desenhado,
sem papel
ou
pergaminho,
fabricado,
não
em pele
ou
papiro,
mas em lágrimas de fada-sininho,
e
sedas,
em cor-de-sol-quando-se-deita-baixinho…

(Poema de Almaro*)

* Poeta, pintor e fotógrafo amador...


18 comentários:

  1. Simplesmente belo...
    Simplesmente mágico...
    Saido de um conto de fadas!

    1 beijinho =^.^= tarina

    ResponderEliminar
  2. Poema e musica FANTASTICOS!! SOBERBO este momento que nos ofereces!!!
    Requinte e Bom gosto!!
    Parabéns!!

    Alfredo Soares
    alfredo.soares@fordpuma.net

    ResponderEliminar
  3. :) essa alma de menino q reside em todos nós q se ha de manter ate ha eternidade :)

    ResponderEliminar
  4. Muito obrigada, Menina :-)

    A poesia fica a dever-te uma eterna gratidão :-)


    Um beijo

    ResponderEliminar
  5. Olá, Menina Marota,
    Está simplesmente LINDO!!!
    Continua com a tua Arte maravilhosa... ;-)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. fascinou-me o quadro pelas vibrações de tantos azúis. E o poema é belo.
    Luz e paz

    ResponderEliminar
  7. Izelda Maia Medeiros30 janeiro, 2007 20:15

    Parabéns pela poesia, muito bonita.

    Estava navegando por aí quando encontrei esse Blog, adorei, pois amo poesias.

    Um agrande abraço!

    ResponderEliminar
  8. Passando por aqui, com esta musica de fundo, sentimos que a magia nos acompanha.
    Fica bem.
    Felicidades.
    Manuel

    ResponderEliminar
  9. Olá passei olhei e gostei.Parabens
    bjs naty

    ResponderEliminar
  10. Ai meu Deus... quem pode resistir a tanta belesa de palavras!

    Soberbo!

    Beijo ambos.... ao poeta e a quem o troxe aqui :)

    Beijos da
    Maria

    ResponderEliminar
  11. Vim conhecer seu espaço e adorei tudo, imagens, textos. Parabéns
    Andrade Jorge

    ResponderEliminar
  12. VBê.se que é de um pintor porque há cor neste poema. Um bneijo para ti

    ResponderEliminar
  13. Fantástico... pela fantasia do sonho.

    Parabéns ao autor e para ti, pela escolha deste poema, música soberba e quadro lindissimo...um beijo

    Obrigado pelo prazer da leitura.

    Do amigo "Montanheiro"

    ResponderEliminar
  14. Olá Poesia Portuguesa

    De ____________Almaro
    só tenho uma palavra____________deslumbrante

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. A PINTURA E@ UM POEMA E O POEMA UMA PINTURA CUJO MEIO SAO AS LETRAS, NUMA TELA DE PALAVRAS!!!!!
    BELISSIMOS!!!

    Saudo o AUTOR!
    ****************
    _Fica um ABraco (mais UM!...) MINHA AMIGA!
    Perdoe as ausencias!

    Heloisa B.P.
    *************

    ResponderEliminar
  16. Daqui de Berlim, por dever de ofício, onde há gelo no ar e corvos negros, em vez de pombas no céu, aqui estão os meus parabéns um muito obrigado pelas delícias etéreas deste blogue. Onde há música e poesia...
    Abraços
    MG

    ResponderEliminar

Caros visitantes e comentadores:

Obrigada pela visita... é importante para cada um dos autores da poesia constante deste blogue que possas levar um pouco deles e deixar um pouco de ti… e nada melhor que as tuas palavras para que eles possam reflectir no significado que as suas palavras deixaram em ti.

E porque esta é uma página que se pretende que seja de Ti para TODOS e vice-versa, não serão permitidos comentários insidiosos ou pouco respeitadores daquilo que aqui se escreve.

Cada um tem direito ao respeito e à dignidade que as suas palavras merecem. Goste-se ou não se goste, o autor tem direito ao respeito da partilha que oferece.

Todos os comentários usurpadores da dignidade dos seus autores são de imediato apagados.

Não são permitidos comentários anónimos.
Cumprimentos,