domingo, maio 27, 2007

Ausente dos homens e das flores


Imagem de J S Rossbach


Ausente dos homens e das flores
vagueio por dentro de um túnel negro do tempo.
Não estou
Não sou
Não quero estar
Não quero ser
E conquanto, num estado de silenciado pranto,
no âmago mais profundo, esquálida
espada emerge lívida. Desejo reles e permanente,
de querer ser ... gente!
Na raiva, aglomero muros, mordo a língua, cerro os dentes,
asfixio a palavra no turbilhão ciclónico da saliva.

Ausente dos homens e das flores
Rebusco um gesto
Um sentido pressentido
Ouso elevar um braço
Iço-me etérea no oco do espaço
Dependuro-me equilibrista, acrobata,
no vértice do som mais estridente.
Nas estrelas electrizadas,
nas redondas, nas bicudas. Com a boca faço-as mudas.
Silenciadas! Abocanhadas...
Desço na cauda de um cometa a quem peço alvíssaras e meças.
Respondem-me sempre os ecos escorridos
dos fungos, dos mortíferos cogumelos, dos mais letais,
acantonados nos vitrais da memória.

Ausente dos homens e das cores
apenas o negro pinta as maças do teu rosto
e das flores e dos frutos esqueci há muito recortes, texturas, sabores!

(Poema de
Mel de Carvalho)

5 comentários:

  1. Lindíssimo poema. Escrita MAIOR a de Mel de Carvalho.A fotografia, como sempre, muito bem escolhida, a ilustrar a mestria das palavras.

    Comecei a visitá-lo há pouco tempo, mas estou a ficar fã deste blogue.

    Obrigada, Poesia Portuguesa.
    Um ABRAÇO.

    ResponderEliminar
  2. Mel de Carvalho27 maio, 2007 18:13

    Quem escreve e publica, em blogs pessoais ou sites colectivos, visa ser lido. É o meu caso.

    Só posso agradecer ter-me publicado, pelo que e sempre que considere que o que escrevo merece essa atenção, sinta-se à vontade.
    Apreciei que me tivesse informado.

    Bem haja, um abraço
    Mel
    www.noitedemel.blogs.sapo.pt
    www.maresiademe.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  3. bela é a poesia da querida Mel, linda partilha...


    Meu doce beijo e meu rastoooo

    ResponderEliminar
  4. OI
    ESTAVA NAVEGANDO E CHEGUEI ATÉ SEU CANTINHO E FIQUEI MARAVILHADA COM OS POEMAS LI ALGUNS E GOSTEI MUITO.
    TE DEIXO AQUI O CONVITE PARA QUE ME VISITE, GOSTO MUITO DE POESIAS E CRIE ESPAÇO.
    TE AGUARDO LÁ
    http://meuseunossojardim.blogspot.com/

    ResponderEliminar

Caros visitantes e comentadores:

Obrigada pela visita... é importante para cada um dos autores da poesia constante deste blogue que possas levar um pouco deles e deixar um pouco de ti… e nada melhor que as tuas palavras para que eles possam reflectir no significado que as suas palavras deixaram em ti.

E porque esta é uma página que se pretende que seja de Ti para TODOS e vice-versa, não serão permitidos comentários insidiosos ou pouco respeitadores daquilo que aqui se escreve.

Cada um tem direito ao respeito e à dignidade que as suas palavras merecem. Goste-se ou não se goste, o autor tem direito ao respeito da partilha que oferece.

Todos os comentários usurpadores da dignidade dos seus autores são de imediato apagados.

Não são permitidos comentários anónimos.
Cumprimentos,