quinta-feira, julho 27, 2006

...dos retratos


Imagem Geocities


Retratos são mentiras e verdades, sugeridas
ao correr dos olhos de quem quer olhar:

A menina que posa, não pode ser mentira,
quando dança sem dançar longos bailados
no palco brilhante dos olhos do seu pai;
a mulher que se expõe só pode ser verdade,
quando deixa a tristeza esvoar-se de dentro
e pintar nas nuvens o peso do chumbo.

Mas o ser no retrato não diz a menina
que brincou às bonecas antes de posar,
e não diz a mulher que se banhou nua
na lua de Março, não diz como riu,
se lavou da tristeza nesse riso de estrelas
e como, depois disso, foi jantar


(Poema de Vasco Pontes)

15 comentários:

  1. Olá poesia,
    O poeta agradece a distinção de ficar em tão boa companhia.
    E dá-te os parabéns pelo blog.
    (A talhe de foice: é tão interessante ver como a simples transcrição de um poema é, já, uma interpretação :)).
    Beijos

    ResponderEliminar
  2. -...Mas o ser no retrato não diz a menina
    que brincou às bonecas antes de posar,...-

    porque cresceu e amadureceu!

    O retrato entre a menina e a mulher.

    Gostei dele!!

    Bjss

    ResponderEliminar
  3. il tuo blog è molto bello
    sono italiana
    http:/blog.libero.it/miluria
    www.associazioneyantra.it

    ResponderEliminar
  4. Lugar muito bem pousado... os pássaros daqui, a começar pelo Vasco, demonstram boas poesias.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. a nossa boa poesia portuguesa, com uma música linda..

    beijos

    ResponderEliminar
  6. Andei por aqui. Um poema dum poeta que desconheço. Bem, também não se pode conhecer tudo.
    Quero que fiques bem.
    Manuel

    ResponderEliminar
  7. Uma linda poesia :)
    Beijos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  8. mais um poeta e um belo poema que fico a dever-te. grato. beijos

    ResponderEliminar
  9. Parabéns pela escolha. O Vasco pertence à nata dos Poetas que a blogosfera vem revelando.
    Beijo.
    Licínia

    ResponderEliminar
  10. Uma bela visão do mundo que imaginamos ser ou sentir através dos retratos amarelecidos pelo tempo. Tá linda esta imagem
    Beijosssss da
    Claudinha

    ResponderEliminar
  11. Não me canço de vir aqui.
    E ler
    ler
    e sentir
    sentir!

    ResponderEliminar
  12. OH fantastico.. como todos os poemas que publicas aqui.. Amei.. Boa semana e beijocas

    ResponderEliminar

Caros visitantes e comentadores:

Obrigada pela visita... é importante para cada um dos autores da poesia constante deste blogue que possas levar um pouco deles e deixar um pouco de ti… e nada melhor que as tuas palavras para que eles possam reflectir no significado que as suas palavras deixaram em ti.

E porque esta é uma página que se pretende que seja de Ti para TODOS e vice-versa, não serão permitidos comentários insidiosos ou pouco respeitadores daquilo que aqui se escreve.

Cada um tem direito ao respeito e à dignidade que as suas palavras merecem. Goste-se ou não se goste, o autor tem direito ao respeito da partilha que oferece.

Todos os comentários usurpadores da dignidade dos seus autores são de imediato apagados.

Não são permitidos comentários anónimos.
Cumprimentos,