sábado, julho 15, 2006

Tanto faz…


Imagem de autor desconhecido

Alvoreces, despertas e acordas longe,
Ao meu lado.
Adormeces, madrugas no enlevo,
Revelas-te criança-mulher,
Inundada de mim, vazia de ti,
Tanto faz…

Abres os olhos e sonhas-te criança,
A caminhar
Na areia da praia a esboçar trilhos para mim.
Entregas-te mulher no calor das dunas,
Onde te escondo do sonho,
Que amanheço,
E estanco as vagas de choro que o mar verte,
Ao ver-te no regresso impossível ao começo.

O mar é cão, nós ouvimo-lo a morder,
Encheu-te os ouvidos de búzios
E o teu corpo quente de moliço ou sargaço,
Tanto faz,
Para que ouças e sintas, no sonho,
As carpideiras em pranto
De lágrimas e salpicos de mar,
Tanto faz,
Pelo naufrágio da tua fantasia de sal
Ao largo de um cabedelo tinto de luar.

Mas eu sonho-te, cinjo-te num abraço,
Alago-te de um mar chão de ruídos.
O mar é bom, salvo-te, torno-te lua
Perto de mim, nos quartos ou cheia,
De coração espelhado a incendiar a noite
Onde te vejo nua,
Por cima de mim
Ou dobrada no espelho de sal e areia,
Tanto faz…

(Poema do Nilson)

14 comentários:

zecadanau disse...

Por aqui também se posta boa poesia.
Leva as Naus que te apetecerem minha amiga.
Aquele @bração do
Zeca da Nau

croqui disse...

eu sei q tanto faz...

mas adorei!

Joe Nunes disse...

Uma imagem refrescante...bem apetecivel para o calor que está!!
Boa escolha esta!
Cpm do

J.N.

isa xana disse...

poema do Nilson.. muito bem escolhido:)

*

amita I disse...

Uma bela imagem para uma excelente escolha desse grande poeta que é o Nilson. Grata pela partilha.
Com muita amizade te desejo um bom fim-de-semana.
Bjos

aaron@iol.pt disse...

Grande imagem!! Grande poema!!

Thiago Forrest Gump disse...

Lindo post, mas... posso enxugar a moça? :D

Passeando no Parque disse...

Há tempos não passeava por esse parque, senti falta das folhas, do banco e do barulho tranquilo das águas do lago. Bom poder andar meus passos por aqui, melhor ainda ler letras que traduzem tanta emoção. E a beleza da imagem...fiquei sem folego;
Beijos pra vc.

Manel do Montado disse...

Um lindo poema e um lindo fundo musical.
As escolhs do que sentimos por vezes contagiam os outros, assim se passou comigo agora.
Vou

Nilson Barcelli disse...

Obrigado pela referência.
A fotografia realça o poema.
Beijinhos.

cas disse...

Cá vim... adorei a música e a poesia...
a autora do blog acho que já conheço...
Bjinho grande...

Antonio Stein disse...

Parabéns,
Pelo belo Espaço de Poesia.

A Ler e Reler.
Boas Férias

A Rapariga disse...

Tanto faz, leva o que quiseres!

Kordny disse...

fantastico =) [] paz