quarta-feira, outubro 04, 2006

O que é Poesia?


Imagem de Luis Caeiro



O que é Poesia?
Porquê escrever?
É uma triste alegria,
É um amargo prazer.

Em versos, o poeta tem
Um desafogo da alma,
A emoção que lhe vem,
É ânsia, loucura, calma...

Escrevendo, sente-se bem,
Sente-se algo, sente-se alguém,
Num mundo que não é seu.

O que ao poeta dói, o que sente,
É que o mundo, não compreende,
O que, tão sentido, escreveu.

(Poema de Luis Caeiro in grão-de-luz )

22 comentários:

  1. Para mim, escrever faz toda a diferença. :)


    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. gostei muito. a última estrofe é magnífica...

    ResponderEliminar
  3. Não me considero poeta (longe disso) mas o que me dói quando escrevo é conseguir cada vez mais explicar o que sinto... E com isso vem a memória das coisas que me levam a escrever e daí nasce o sal da tristeza.

    Abraço, até à próxima.

    ResponderEliminar
  4. Um poema simples, mas que diz tudo acerca daquilo que realmente o poeta é, escreve e sente. Tive o prazer de, vagueando por vários blogs, encontrar um que muito me diz...
    Parabêns... Boa sorte para o futuro de tão bela escrita...

    Um abraço...

    ResponderEliminar
  5. Uma definição numa paisagem que de si só, já é um poema.
    Beijo pra vc

    ResponderEliminar
  6. "Porquê escrever?"!

    Há tantos Mundos por descobrir!
    Só escrevendo se consegue e... a poesia consegue-o de forma primorosa.

    ~*Um beijo*~

    ResponderEliminar
  7. Conheço a escrita de Grão de Luz desde que criei o espaço onde escrevo. Neste poema, todo ele caracterizado pela sábio modo de ver as coisas tal como são, como é habitual em Luis Caeiro, realço estas palavras que escolhi: «Escrevendo, sente-se bem,
    Sente-se algo, sente-se alguém,
    Num mundo que não é seu.»
    Uma boa escolha sem dúvida neste espaço de poesia.

    ResponderEliminar
  8. Fiquei presa a esta musica, à imagem e ao poema. Até me arrepiei com este momento tão lindo!!
    Boas escolhas as tuas. Quanta sensibilidade!!
    Parabéns a todos :-))
    Laura

    ResponderEliminar
  9. A loucura do poeta, a dança das palavras incontidas no coração de alguns...

    ResponderEliminar
  10. Não de modo nenhum... julgo que não conhecia o seu blog.
    Eu gosto muito de poesia... gosto apenas.
    Tem aqui nos links blogs de verdadeiros poetas. E imagens, ou prosa, que são igualmente poesia. Que visito e nem me atrevo a comentar.
    O meu post... que atraiu a sua atenção, nem foi sentido,ou melhor senti-o em breves minutos, digamos que foi inspirado nos comentários que me fizeram no post anterior.

    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Resta-me agradecer a sua atenção, acredite que uma vez apeteceu-me fazer um blog parecido...

    Na minha opinião, é bom ler e ver tanta coisa bonita... Acho que tem aqui uma fascinante selecção.

    Beijos

    ResponderEliminar
  12. se me fizessem essa pergunta agora eu responderia que é a unica coisa neste momento capaz de me aliviar o peso que trago na alma. Mas está ali tudo
    bjss

    ResponderEliminar
  13. Nem sempre, o escrever é um amargo prazer. Também se escrevem alegrias e felicidade.
    Becitos da Intemporal.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  14. Sim é tudo isso,"sente-se algo,sente-se alguém", eu não sou poetisa nem perto estou, mas quando escrevo isso é uma das coisas que na verdade sinto
    beijos

    ResponderEliminar
  15. O que ao poeta dói, o que sente,
    É que o mundo, não compreende,
    O que, tão sentido, escreveu.

    Uma maravilha!!!
    Bjito e bfs da Anita

    ResponderEliminar
  16. poesia está em cada um de nós e na forma como se olha a vida...

    um...

    ´´´´´´ ¸.•“´..--^--..`“•.¸
    ´´´´´´)______Beijo______(
    ´´´´´´ `“•.¸.______.¸.•“´

    ResponderEliminar
  17. barbosasilva 6406 outubro, 2006 14:42

    Neste pequeno texto está bem expresso o meu sentimento perante a Poesia, a nobre arte de sentir e transmitir o que nos impulsiona.
    Escrever com alegria e prazer, revela a destreza de espírito do próprio Poeta. É pela capacidade de escrever, encontrar as palavras certas, a ritmica certa e um sentido personalizado que se revela o Poeta.

    A poesia é chama
    que arde e faz mover o coração
    apresenta-se como uma libertação
    capaz de acalmar a própria alma.

    È vulcão que explode
    e tal a lava tudo consome
    porque jorra no meio do monte
    o seu leito envolve a nossa mente.

    Saudações especiais do amigo antónio

    antaubarsilva@mail.pt

    ResponderEliminar
  18. Que dizer para quem não sabendo escrever poesia, a ama como eu?

    Um conjunto perfeito: o poema, a musica e a imagem de sonho!!

    Cpmtos do J. N.

    ResponderEliminar
  19. este poema está um pouco colado ao de Fernando Pessoa.

    ResponderEliminar
  20. Gostei muito deste poema. Adorei mesmo.
    Beijinhossss***

    ResponderEliminar
  21. A poesia é tudo isso! Que bem descrito está o que se sente!
    Adorei!
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Caros visitantes e comentadores:

Obrigada pela visita... é importante para cada um dos autores da poesia constante deste blogue que possas levar um pouco deles e deixar um pouco de ti… e nada melhor que as tuas palavras para que eles possam reflectir no significado que as suas palavras deixaram em ti.

E porque esta é uma página que se pretende que seja de Ti para TODOS e vice-versa, não serão permitidos comentários insidiosos ou pouco respeitadores daquilo que aqui se escreve.

Cada um tem direito ao respeito e à dignidade que as suas palavras merecem. Goste-se ou não se goste, o autor tem direito ao respeito da partilha que oferece.

Todos os comentários usurpadores da dignidade dos seus autores são de imediato apagados.

Não são permitidos comentários anónimos.
Cumprimentos,