segunda-feira, fevereiro 12, 2007

Atracção


Fotografia de Stanmarek


Gosto desse teu olhar desarmante,
De engate…
Dos teus gestos insinuantes quando cruzas as pernas pedintes.

Das tuas mãos delgadas e provocadoras,
Burilando na areia propositadamente sensuais,
Dos sorrisos que me acertam como flechas envenenadas,
És uma bela ratoeira com forma de mulher de outros murais.

O teu cabelo confunde-se com a areia dourada,
Acenando-me constantemente, bandeira ousada.

E não consigo desligar meus olhos de ti fêmea traquina,
Meus sentidos perdem-se em robustez como ondas nas rochas,
Espólios de ânsias se acentuam no frenético desejo de colorir tuas coxas,
Silhueta ondulante,
Vou levantar asas e sobrevoar-te!...



(Poema de Carlos Reis (In_loko) in Letras Pinceladas)



Ouvir o poema na voz do Luís Gaspar
(Desligar p.f. a música de fundo para ouvir o poema)

18 comentários:

In Loko disse...

É um prazer enorme ver este meu poema aqui publicado. Agradeço-vos Portuguesa Poesia. Abraço grande...

Anónimo disse...

ESPECTACULAR!!!
TUDO: poema, imagem e musica!
Então a musica embala a noite!!

JC [[noctívago]]

Conceição Bernardino disse...

Este poema desafia qualquer emoção...
Está perfeito de extrema loucura soboreio cada palavra.
Parabéns
Conceição Bernardino

herético disse...

sensual e vibrante. excelente. poderosa voz...

Anónimo disse...

Estava com um certo receio de dizer "Finalmente... este é dos meus!". Francamente, não sei se o devo dizer, mas que gostei... gostei muito de o lêr !!!

É muito positivo que voltes (sempre) a postar poemas com a sensualidade deste. Quanto à imagem, dispensa qq comentário.

Excelente escolha. Parabéns ao autor.

Um beijinho caloroso.

Do amigo "Montanheiro"

rouxinol de Bernardim disse...

Diria que o "falcão", lá do alto, viu a "sereia" e ficou hipnotizado!

Oh pobres falcões que nos deixamos assim seduzir de forma tão sublime e encantatória!

Bonita homenagem a uma sereia desconhecida... eu, pobre rouxinol, sustenho o meu canto e aguço o ouvido para sentir em plenitude canto tão delicioso!

PARABÉNS!

Pink disse...

Poema muito bonito e com uma imagística bela e muito bem conseguida que nos transmite mesmo uma atracção intensa. A foto foi também muito bem escolhida!

Um beijo pink :-)

Olhar do Desencanto disse...

Certamente um poema mui interessante
em um blog nem um pouco menos interessante que o poema
Espero que vossa produção continue assim

abçs.'.
brasil

lena disse...

vir aqui é sempre um prazer e não me canso de repetir a beleza e o bom gosto que aqui são partilhados

sim poesia também é partilha!

este poema é sentimento que embebeda o olhar, deixo-me ondular nos seus versos e sem asas repouso no corpo desta bela poesia

obrigada por me dares a conhecer mais um belo cantinho onde a poesia é a palavra chave

abraço-te sempre com muito carinho

beijinhos muitos

lena

Paulo Silva disse...

Nobre...
Este espaço de poesia,passei por acaso,mas,voltarei certamente.
Saudações.
Paulo Silva.

fadinha disse...

Olá passei por este teu cantinho através de outros cantinhos mas achei o teu especial, parabéns. voltarei a visitar o teu cantinho. Uma beijoquinha encantada

MARIA VALADAS disse...

Sublime!
Poesia...escrita pelo in loco...
e declamada pelo Luis Gaspar....

Rendo-me a tanta sensibilidade!

Beijo os três....
Maria

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Bonito poema...
Como sempre!!

1 beijo garnde =^.^= tarina

dragão disse...

caí aqui por acaso e gostei do que vi. vou voltar

Heloisa B.P disse...

EXCELETE!!!!!_ EXCELENTE DECLAMACAO,
TORNANDO O POEMA AINDA MAIS SENSUALMENTE *BELO* DO QUE JA' E'!!
_FUNDO MUSICAL, ESCOLHIDO COM GOSTO E SENSIBILIDADE!
_ADOREI!
_JA' "TRISEI" A AUDICAO!
_PARA BENS AO AUTOR, AO DECLAMADOR E... A DONO DE ALMA ILUMINADA E CORACAO DOURADO: MINHA AMIGA_LINDA E GENEROSA, SEMPRE_!

Abraco.
Heloisa
*********

Anónimo disse...

Tenho tido dificuldade em aceder à net. Não sei que se passa, mas não abro a maioria dos blogues.
Um poema fantástico e uma imagem de sonho.
Como sempre a sensibilidade aliada ao teu bom gosto
Parabéns a ambos: ao autor e a ti pelas escolhas.
beijosss do
aaron@iol.pt

Anónimo disse...

Voltei para dizer que acabei de ouvir a poesia dita magistralmente pela voz do Luis Gaspar. gostei muito e a gravei no meu pc. Parabéns ao declamador.
aaron@iol.pt

joão jacinto & poemas disse...

Gostei de ler e de ouvir!
Parabéns!

Abraço,

joão jacinto