quinta-feira, novembro 05, 2020

Espanto

Maria Teresa Horta



Saber que te perdi
é mais que
isto

é mais que este
sabor
contraditório

é mais que todo o espaço

é mais que agora

é mais do que o
teu corpo
já retido

e lento é este espanto
e tão parecido
com aquele prazer breve
antigo
que o rasto dos teus dentes
não desprende

ainda mais que dor
ou suicídio

saber que te perdi
é mais que isto

ainda mais que ferida
mais que morte


 Maria Teresa Horta


 Escritora, poetisa e jornalista recebeu a Medalha de Mérito Cultural.

(clicar no nome para aceder à noticia, por favor)


4 comentários:

  1. Grande Poetisa que tanto admiro.
    Por isso congratulo-me com a sua escolha, Otília
    Merecidíssimo Prémio.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Maria Teresa Horta merece todos os prémios.
    Este poema é muito belo e tão ao jeito dela.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  3. Muito belo o poema. Merecido Prémio e também esta singela mas significativa homenagem que lhe prestas Otília!

    Um abraço!

    ResponderEliminar

Caros visitantes e comentadores:

Obrigada pela visita... é importante para cada um dos autores da poesia constante deste blogue que possas levar um pouco deles e deixar um pouco de ti… e nada melhor que as tuas palavras para que eles possam reflectir no significado que as suas palavras deixaram em ti.

E porque esta é uma página que se pretende que seja de Ti para TODOS e vice-versa, não serão permitidos comentários insidiosos ou pouco respeitadores daquilo que aqui se escreve.

Cada um tem direito ao respeito e à dignidade que as suas palavras merecem. Goste-se ou não se goste, o autor tem direito ao respeito da partilha que oferece.

Todos os comentários usurpadores da dignidade dos seus autores são de imediato apagados.

Não são permitidos comentários anónimos.
Cumprimentos,