sábado, setembro 30, 2006

O último sábado de Setembro...


Pintura de Sandonís Martín


Manhã de sábado
Manhã de praça
Manhã de compras

Ó freguesa, não vai um cheirinho?

Manhã de luz de Setembro
Manhã das coisas que me lembro
Manhã de acordar ao relento

Ó freguês, não vai um cafezinho?

Manhã de orvalho
Manhã de gotas suadas
Manhã de sinfonias, a soarem de galho em galho

Ó fregueses, então não vai um abracinho?

(Poema de João Firmino in Circulo de Poesia)

16 comentários:

  1. Assim se vai Setembro, assim se vai o amor que perdi.

    Abraço, bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  2. Olá!!
    Não percebi muito bem o teu comentário lá no meu cantinho!!
    Vais usar o meu poema?? Próxima 2ª. feira??
    Ok! Podes usar se for para aqui!!
    Ah!! E que seja devidamente identificado (com o meu nome, claro!) !! :)
    Sinal que gostaste?!?!
    Boa!! Obrigada! :)

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. e no próximo faço anos!! Vê o que deixei escrito no local do aniversário do blogue. Eu aceito o abracinho e devolvo com beijinho Diogo Neves

    ResponderEliminar
  4. Navegando pela net em pesquisa devido à efeméride dos 71 anos da morte de Fernando Pessoa (30set1935), encontrei esta preciosidade.
    Mais um para os "favoritos"

    Belo blog
    Parabéns.

    ResponderEliminar
  5. Passei para apreciar esta página agradável, que me atrai pela sua qualidade e desejar bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  6. Cheguei aqui passando pela Gaivota da Ria.

    Parabéns pela homenagem à poesia!

    Também faço o que posso por ela.

    Um abraço
    Jorge G.

    ResponderEliminar
  7. Deixo um beijo e desejo um bom domingo

    ResponderEliminar
  8. Uma bela escolha. Como já é habitual encontrar aqui.
    Abraço pra vc

    ResponderEliminar
  9. excelente poesia...
    dá uma visitada no meu blog...
    www.pintandopalavras.blogspot.com

    ResponderEliminar
  10. Olá Boa noite!

    Passei aqui!

    Seu blog está muito interessante.

    Sou uma apaixonada pela poesia.

    Abraços, Laudi

    ResponderEliminar
  11. Pesquisando a net para um trabalho de publicidade, encontrei sua página que me fascinou. Isto é carolice mesmo, da autentica. Meus sinceros parabens por todo o seu trabalho e pelas imagens e poemas maravilhosos que aqui conseguiu juntar
    Cps Dário Alva

    ResponderEliminar
  12. Muito lindo este post! Parabéns pela escolha.

    ResponderEliminar
  13. Tão simples quanto Belo, este «Último Sábado de Setembro»... Abraço

    ResponderEliminar
  14. A simplicidade duma manhã de setembro...neste poema há vida..."ó freguês olha o konami fresquinho!"...só faltava este...

    Um abraço...

    Novos poemas em:

    www.samantarmohi.blogspot.com

    www.geracao-update.blogspot.com

    ResponderEliminar

Caros visitantes e comentadores:

Obrigada pela visita... é importante para cada um dos autores da poesia constante deste blogue que possas levar um pouco deles e deixar um pouco de ti… e nada melhor que as tuas palavras para que eles possam reflectir no significado que as suas palavras deixaram em ti.

E porque esta é uma página que se pretende que seja de Ti para TODOS e vice-versa, não serão permitidos comentários insidiosos ou pouco respeitadores daquilo que aqui se escreve.

Cada um tem direito ao respeito e à dignidade que as suas palavras merecem. Goste-se ou não se goste, o autor tem direito ao respeito da partilha que oferece.

Todos os comentários usurpadores da dignidade dos seus autores são de imediato apagados.

Não são permitidos comentários anónimos.
Cumprimentos,